Pacto com a memória

Pacto com a memória

“As Fantasias Eletivas”, de Carlos Henrique Schroeder, faz uma ode à literatura, ao mostrar o encontro de dois solitários que buscam reinventar o mundo através do olhar sobre a ficção

O  desencanto de Woody Allen

O desencanto de Woody Allen

“Magia ao Luar” é uma comédia romântica repleta de mau-humor, desencanto e citações filosóficas que, no final, sorri de forma inocente e apaixonada justificando uma das principais premissas do filme: a vida é indiscutivelmente um fardo, e cada pessoa necessita (tanto) de distração (quanto de mentiras) para seguir em frente

O intelectual e seus deveres

O intelectual e seus deveres

Em diálogo com autores-profetas, Carpeaux reflete sobre os riscos à civilização, oferecidos pela Segunda Guerra Mundial, e expõe as próprias angústias de exilado, entrincheirado com a liberdade

Dostoiévski, um íntimo  dos tormentos da alma

Dostoiévski, um íntimo dos tormentos da alma

Se o estilo do grande escritor é essencialmente romântico pela glorificação dos sentimentos e dos instintos, pela desvalorização das ciências e da razão, debita-se ao criador de “O Idiota” e do “Grande Inquisidor” a qualificação de ser o mais sombrio dos escritores trágicos

O léxico e o sexo

O léxico e o sexo

Em “Parafilias”, coletânea de contos de Alexandre Marques Rodrigues, ganhador do Prêmio Sesc de Literatura de 2014, a palavra tenta rivalizar o ato, mas é derrotada pelo vazio compensado com prazeres mecânicos

Um romance sem fronteiras

Um romance sem fronteiras

“As Visitas que Hoje Estamos” foge ao romance tradicional, burguês e contemporâneo, sem contudo negá-lo. É pelo recorte de várias situações que o todo se impõe, sem perder o liame, ainda que não seja uma prosa costumeira e linear