As mortes que marcaram 2018 em Goiás, no Brasil e no mundo

O Jornal Opção relembra, nesta lista, algumas das personalidades que se foram ao longo do ano

2018 foi mais um ano com grandes perdas. Desde janeiro, por exemplo, não contamos mais com o físico Stephen Hawking, que mudou a forma como a ciência é vista no mundo; a inesquecível voz da cantora Aretha Franklin; a lenda dos quadrinhas, Stan Lee; o talento da atriz brasileira Beatriz Segall; e mesmo com a presença de personalidades goianas.

Confira a lista e relembre as mortes que marcaram o ano de 2018:

Em Goiás

Morre sexto e último filho de Pedro Ludovico Teixeira

Morre o jornalista Laerte Júnior, aos 52 anos, de infarto

Ex-presidente do TCE, José Sebba morre aos 88 anos

Aos 29 anos, morre prefeito de Arenópolis (GO)

No Brasil

Morte da vereadora Marielle Franco traz ao palco os flanelinhas do luto

Blogueira Nara Almeida morre aos 24 anos após luta contra câncer

Aos 83, morre criador da camisa verde e amarela do Brasil

Morre Angela Maria, a cantora que mesmerizou Getúlio Vargas

Morre o escritor Ursulino Leão

Funkeiro Mr. Catra morre aos 49 anos em SP

Jornalista Gil Gomes morre aos 78 anos em São Paulo

Morre Zé Bettio, uma das lendas do Rádio no Brasil

Beatriz Segall, a Odete Roitman de Vale Tudo, morre aos 92 anos

Otavio Frias Filho, diretor de redação da Folha de S. Paulo, morre aos 61 anos. De câncer de pâncreas

Produtor musical Miranda morre aos 56 anos

No mundo

Stephen Hawking morre aos 76 anos de idade

DJ famoso internacionalmente morre aos 28 anos no Oriente Médio

Joe Jackson, pai de Michael Jackson, morre aos 89 anos

Ex-presidente dos EUA, George H. W. Bush morre aos 94 anos

Vocalista da banda The Cranberries morre aos 46 anos

Lenda dos Quadrinhos, Stan Lee morre aos 95 anos

 

Morre aos 76 anos Aretha Franklin, a “rainha do soul”

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.