Euler de França Belém
Euler de França Belém

Morre o escritor Ursulino Leão

Ele era membro da Academia Goiana de Letras e foi vice-governador de Goiás

O escritor Ursulino Tavares Leão morreu na sexta-feira, 19, aos 95 anos, em Goiânia. Ele é autor de vários livros, como o romance “Maya”, e era membro da Academia Goiana de Letras. Era advogado,foi vice-governador de Goiás e governador interino de Goiás, de 2 a 12 de julho de 1973.

Nascido em Crixás, Ursulino Leão é daqueles escritores da velha guarda de qualidade, que, no lugar de se preocupar de maneira excessiva com a literatura de invenção, procurava escrever bem e publicar históricas com nexo. Mas pelo menos um crítico o situa como um inventivo modernista.

José Fernandes, um dos melhores analistas da literatura de Ursulino Leão, escreveu um longo ensaio sobre o romance “Maya” — “O múltiplo Maya”. Trecho do artigo: “Além das ideologias, o romance se revela altamente moderno pelas construturas formal e linguística, uma vez que emprega técnicas engajadas na modernidade, como o flashback, o monólogo interior e a polifonia, entendida como multiplicidade de pontos de vistas”.

Obras do escritor

Romances

Maya, 1949

Praça de Vereda Maior, 1986

A Procissão do Silêncio, 1990

Baldeação para Nínive, 1994

A Maldição da Cruz, 1996

Judith, 1998

Depois e Ainda, 2002

Contos

Existência de Marina, 1962

Fonte Expressa, 1975

Rodovia Preferencial, 1981

Idílio na Serra da Figura, 2015

Crônicas

Livro de Ana, 1972

Segundo Livro de Ana, 1980

Crônicas & Outras Histórias, 1998

Vaga-lumes da neblina, 2005

Terceiro Livro de Ana, 2013

Gyn, 2015

Poesia

Salmos da Terra, 1985

Estiagem, 2009.

Ensaios

Roteiro dos Sentimentos da Cidade de Goiás, 2003

O Velho Avesso do Novo, em parceira com Lena Leão, 2005

Santidade e Poesia, 2006

Presença do Tribunal de Justiça na História de Goiás, em parceria com Maria Augusta de Sant’Anna Moraes, 2010

Lírios do campo para Jesus de Nazaré, 2015

Leia mais sobre Ursulino Leão

Ursulino Leão: no cronista virtuoso, um homem em busca do Sagrado

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.