Haroldo Caetano da 25ª Promotoria de Goiânia, usou o Twitter para alertar sobre o risco do adensamento urbano na região 

O promotor de Justiça Haroldo Caetano, ex-titular da 25ª Promotoria de Goiânia, usou o Twitter na manhã desta segunda-feira (19/10) para criticar a construção do Nexus Shopping & Business — megaempreendimento que a Consciente Construtora e a JFG Incorporadora querem erguer no Setor Marista.

Para ele, o gigante será “uma agressão” aos moradores de Goiânia. Caetano questiona ainda se não há “limite” para o adensamento urbano.

Veja abaixo o tuíte:

https://twitter.com/haroldcaetano/status/656061238686912512

Jornal Opção mostrou, na edição desta semana, que o Ministério Público de Goiás (MPGO) já investiga as possíveis fraudes no Estudo de Impacto de Vizinhança (EIV) do Nexus e pode pedir a cassação do alvará de construção do empreendimento.

[relacionadas artigos=”48639,47329″]

As irregularidades investigadas pelo MPGO foram descobertas pelo jornal, que percebeu uma possível falsificação de assinaturas em uma pesquisa de opinião que teria sido feita na região. A semelhança entre várias rubricas foi atestadas por um perito criminal que, a pedido da reportagem, analisou-as.

Além disso, o Jornal Opção foi aos endereços informados nos formulários da pesquisa e conversou com dezenas de moradores — que não reconheceram as assinaturas, nem tampouco se lembravam de ter sido consultados sobre o Nexus.

A Câmara de Goiânia também investiga a possível fraude e solicitou uma avaliação oficial de um perito para atestar se houve falsificação. Caso seja comprovada, o megaempreendimento — fruto da parceria entre Ilézio Inácio Ferreira e Júnior Friboi — pode ser barrado.