Transferência simbólica da capital de Goiás para Santa Cruz pode se tornar lei

Deputado Lincoln Tejota (PROS) apresentou projeto que institui no calendário oficial de Goiás a mudança, a ser comemorada no dia do aniversário da cidade

Fotos: Reprodução/Governo de Goiás

O deputado estadual Lincoln Tejota (PROS) apresentou projeto de lei que institui no calendário oficial do Estado a transferência simbólica da capital para Santa Cruz de Goiás, durante a comemoração do aniversário da cidade, no dia 27 de agosto.

Segundo a justificativa, o município é considerado a primeira capital do Estado, tendo sido fundado em 1729, ainda por Bartolomeu Bueno da Silva. “Como forma de homenagear a história de um povo que tanto contribuiu para o desenvolvimento de Goiás, estamos propondo uma solenidade para resguardar nosso patrimônio cultural”, defendeu.

Tejota lembra que, em 2017, o então governador Marconi Perillo (PSDB) realizou a transferência simbólica da capital para Santa Cruz, assim como é feito todos os anos na Cidade de Goiás.

De acordo com o projeto, durante o dia do aniversário do município, os três Poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário) funcionarão ali. “O objetivo é tornar definitiva essa comemoração. Nossa maior riqueza é a história, a cultural, que resiste aos anos em Santa Cruz de Goiás”, arrematou.

Para que a lei entre em vigor é necessária a aprovação do projeto pelos deputados e a sanção do governador José Eliton (PSDB).

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.