Todo o efetivo da PM estará de prontidão no dia das eleições

Além de garantir a segurança dos eleitores, o efetivo também atuará na vigilância e guarda das urnas eletrônicas e no trabalho de fiscalização para impedir boca de urna, junto aos demais órgãos envolvidos

Foto: Ângela Scalon

Foto: Ângela Scalon

Todo o efetivo da Polícia Militar estará nas ruas, da capital e do interior, neste domingo (5/10) para a Operação Eleições 2014. Além de garantir a segurança dos eleitores, o efetivo, de cerca de 14 mil policiais, também atuará na vigilância e guarda das urnas eletrônicas e no trabalho de fiscalização para impedir boca de urna, junto aos demais órgãos envolvidos.

“Nosso Estado tem a tradição de eleições tranquilas, mas independente disso, estamos colocando as tropas especializadas de prontidão na rua; como o Graer, Rotam, Choque, Giro, Cavalaria e os GPTs presentes no interior”, ressalta o coronel Juverson Augusto de Oliveira, responsável pela segurança na data.

O convênio firmado com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) prevê que a PM reforçará o policiamento em 2.511 locais de votação nos 246 municípios goianos. “Os 1.027 policiais recém-empossados vão reforçar a segurança no interior”, garante o coronel.

Os militares embarcarão para as cidades onde atuarão às 22h desta sexta-feira (3). “Essa é uma ocasião muito especial. A Polícia Militar estará com todo o efetivo empregado, mesmo aqueles que estão de folga serão convocados. Nós não teremos só o policiamento ostensivo, mas também o policiamento nos locais de votação, na guarda das urnas no sábado, dia que antecede o pleito”, ressalta Juverson.

De acordo com o comandante-geral da PM, Sílvio Benedito Alves, a expectativa é que o dia das votações transcorra com tranquilidade, mas que a corporação está preparada para agir. “Caso necessário, nossa corporação estará preparada para atuar em situações pontuais”, sublinha.

Deixe um comentário