Todo o efetivo da PM estará de prontidão no dia das eleições

Além de garantir a segurança dos eleitores, o efetivo também atuará na vigilância e guarda das urnas eletrônicas e no trabalho de fiscalização para impedir boca de urna, junto aos demais órgãos envolvidos

Foto: Ângela Scalon

Foto: Ângela Scalon

Todo o efetivo da Polícia Militar estará nas ruas, da capital e do interior, neste domingo (5/10) para a Operação Eleições 2014. Além de garantir a segurança dos eleitores, o efetivo, de cerca de 14 mil policiais, também atuará na vigilância e guarda das urnas eletrônicas e no trabalho de fiscalização para impedir boca de urna, junto aos demais órgãos envolvidos.

“Nosso Estado tem a tradição de eleições tranquilas, mas independente disso, estamos colocando as tropas especializadas de prontidão na rua; como o Graer, Rotam, Choque, Giro, Cavalaria e os GPTs presentes no interior”, ressalta o coronel Juverson Augusto de Oliveira, responsável pela segurança na data.

O convênio firmado com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) prevê que a PM reforçará o policiamento em 2.511 locais de votação nos 246 municípios goianos. “Os 1.027 policiais recém-empossados vão reforçar a segurança no interior”, garante o coronel.

Os militares embarcarão para as cidades onde atuarão às 22h desta sexta-feira (3). “Essa é uma ocasião muito especial. A Polícia Militar estará com todo o efetivo empregado, mesmo aqueles que estão de folga serão convocados. Nós não teremos só o policiamento ostensivo, mas também o policiamento nos locais de votação, na guarda das urnas no sábado, dia que antecede o pleito”, ressalta Juverson.

De acordo com o comandante-geral da PM, Sílvio Benedito Alves, a expectativa é que o dia das votações transcorra com tranquilidade, mas que a corporação está preparada para agir. “Caso necessário, nossa corporação estará preparada para atuar em situações pontuais”, sublinha.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.