Serial killer de Goiânia será julgado por homicídio de morador de rua nesta quarta-feira (30)

Valdivino Luiz Ribeiro dormia debaixo da marquise de uma lanchonete quando foi assassinado; Tiago Henrique confessou crime em interrogatório

Tiago Henrique enfrenta novo júri popular nesta quarta-feira | Foto: Aline Caetano/TJGO

Tiago Henrique enfrenta novo júri popular nesta quarta-feira | Foto: Aline Caetano/TJGO

O serial killer Tiago Henrique Gomes da Rocha será julgado nesta quarta-feira (30/11) pelo assassinato do morador de rua Valdivino Luiz Ribeiro, crime ocorrido no dia 11 de outubro de 2012. O júri será presidido pelo juiz Jesseir Coelho de Alcântara, da 1ª Vara Criminal da comarca da capital.

De acordo com a denúncia oferecida pelo Ministério Público do Estado de Goiás (MPGO), Valdivino dormia debaixo da marquise de uma lanchonete, quando Tiago teria chegado em uma motocicleta e atirado na cabeça da vítima. Ao ser preso, o ex-vigilante afirmou ter matado um morador de rua e disse que a arma seria encontrada em sua casa, o que se confirmou em busca na sua residência pelos policiais.

O vigilante confessou em interrogatório que ao passar pela Rua 3, no Setor Central, viu uma pessoa deitada na porta de um comércio. De acordo com ele, foi despertada uma vontade de matá-la, e, como estava de moto, passou direto, pensando em desistir de cometer o crime. No entanto, a ideia veio novamente e ele resolveu voltar e atirou na vítima.

 

O MPGO ressaltou que o investigado assumiu a autoria de diversos crimes de homicídio. Este será o 24º júri popular de Tiago Henrique. No total, ele já foi condenado a 524 anos e 4 meses de prisão – 21 condenações por homicídio, 1 por roubo a agência lotérica e 1 por porte ilegal de arma. Ele foi absolvido da acusação de um assassinato. (Com informações do TJGO)

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.