Sérgio Cabral, ex-governador do RJ, é preso pela Lava Jato

Peemedebista foi levado na manhã desta quinta-feira (17/11), investigado por superfaturamento em obras públicas

sergio-cabral-fabio-pozzebom-abr

Sérgio Cabral, ex-governador do RJ | Foto: Fábio Pozzebom/ ABr

Um dia após a Polícia Federal prender o ex-governador Anthony Garotinho (PR), nesta quinta-feira (17/11) foi a vez de outro ex-chefe do Executivo fluminense ir parar atrás das grades.

O ex-governador Sérgio Cabral (PMDB) foi preso preventivamente na nova fase da Operação Lava Jato.

Suspeito de desvios de recursos federais em obras no RJ, o peemedebista é um dos alvos do novo desdobramento, intitulado Operação Calicute. O prejuízo estimado é de pelo menos R$ 200 milhões.

230 agentes da PF cumprem 38 mandados de busca e apreensão, oito de prisão preventiva, dois de de prisões temporárias e 14 de condução coercitiva expedidos pela 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, bem como 14 mandados de busca e apreensão, dois de prisão preventiva e um mandado de prisão temporária, expedidos pela 13ª Vara Federal de Curitiba.

 

 

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.