Senadora do PT é questionada se “está preparada para ser presa” e revida

Gleisi Hoffmann foi abordada por mulher durante entrevista no Senado

A senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) foi surpreendida no Senado por uma mulher enquanto, ao que parece, dava entrevista a um repórter.

No vídeo publicado pelo canal Manchete Portal nesta quinta-feira (3/11), a parlamentar paranaense é questionada se “está preparada para ser presa” e é chamada de bandida pela interlocutora.

Sem mudar o tom e de forma impassível retrucou: “Eu não, querida, mas você pode ir”, pedindo, em seguida, para um assessor chamar a segurança do Senado. Veja abaixo:

O Caso

Acolhendo denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR), a segunda turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, em setembro, tornar a senadora Gleisi Hoffmann (PT) e o marido, ex-ministro do Planejamento e de Comunicações Paulo Bernardo, réus na corte. Eles são acusados de corrupção e lavagem de dinheiro.

Os dois teriam utilizado R$ 1 milhão do esquema de corrupção da Petrobras para financiar a campanha de Gleisi ao Senado Federal em 2010.

Gleisi e Paulo Bernardo foram implicados no esquema em três delações premiadas: A do ex-diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa; a do doleiro Alberto Youssef; e a do advogado Antonio Carlos Pieruccin, que afirmou que fez quatro viagens até Curitiba (PR) para entregar o dinheiro ao empresário Ernesto Kugler Rodrigues, também denunciado, em esquema articulado pelo marido de Gleisi.

Paulo Bernardo chegou a ser preso em maio, pela Operação Lava Jato, na Operação Custo Brasil, que investigou esquema de propinas em contratos do Ministério do Planejamento. Ele teria recebido cerca de R$ 7 milhões com as irregularidades.

O casal negou as denúncias.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.