Reforma política é tema de debate da chapa de Buonaduce

Candidato à presidência mediou conversa entre Cézar Britto, Aldo Arantes e Silvia Burmeister. Papel político da ordem também foi discutido

Aldo Arantes (dir), secretário da Comissão Especial de Mobilização da Reforma Política | Divulgação

Aldo Arantes (em pé), secretário da Comissão Especial de Mobilização da Reforma Política | Divulgação

A importância da reforma política para o País foi tema de debate entre integrantes da Ordem dos Advogados do Brasil em Goiás (OAB-GO), Associação Brasileira de Advogados Trabalhistas (ABRAT) e a Comissão Especial de Mobilização da Reforma Política da OAB-GO, na noite de terça-feira (10).

Secretário da comissão da OAB-GO, Cézar Brito afirmou que o tema faz parte da história da ordem. “A atuação que resultou no projeto de iniciativa popular para a reforma política refletem o pensamento de querer mudar e fazer a política ser coisa séria, mas com participação popular”, destacou.

Ex-deputado federal, Aldo Arantes falou sobre a importância que a chapa OAB Forte, liderada pelo candidato à presidência Flávio Buonaduce, tem dado ao papel político da OAB. “Esse evento mostra de forma categórica a diferença entre a nossa chapa e as demais e evidencia que ela representa o novo, representa exatamente essa nova forma efetiva de se fazer política na OAB, que não se apega a questões de ataques pessoais, mas apresenta aos advogados propostas”, disse.

Já o advogado Gilson de Araújo Filho afirmou que fez questão de ir ao evento para compreender o papel da OAB na reforma política. “Quando a OAB Forte promove um evento e traz pessoas como o Aldo Arantes e o Cézar Brito, que fazem parte dessa discussão no cenário nacional, é muito enriquecedor. Foi muito bom vir ao evento e poder presenciar essa discussão”, salientou.

Mediação

Mediado por Flávio Buonaduce, ainda foi apresentada no debate a Carta Compromisso, lançada pela chapa OAB Forte, que detalha os princípios que norteiam as propostas e as responsabilidades assumidas por ele durante a campanha de 2015. “Tivemos o cuidado de inserir na carta um assunto que permeia toda a sociedade nesse momento, que é a reforma política”, afirmou o candidato.

Um dos principais pontos é o tratamento objetivo das questões que envolvem o mercado de trabalho do direito. Segundo a presidente da ABRAT, Silvia Burmeister, o tema é vital, principalmente par os advogados em início de carreira.

“Hoje nós formamos aproximadamente 230 mil advogados por ano no país e nem todos saem da faculdade empregados. O mercado de trabalho hoje está difícil e os profissionais buscam respaldo na OAB. Em época de eleições da Ordem, esse assunto tem que ser tema preponderante nas campanhas eleitorais”, contabilizou ela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.