Procon encontra aumento acima do permitido no preço de remédios em Goiânia

Pesquisa feita em 17 estabelecimentos analisou os preços de 66 produtos, entre medicamentos de marca e genéricos

Foto: Fernanda Carvalho / Fotos Públicas

Fiscalização do Procon em Goiânia identificou aumento acima do permitido no preço de alguns medicamentos em farmácias e drogarias. A pesquisa realizada em 17 estabelecimentos na capital de Goiás registrou, aumento médio anual de até 28% em alguns remédios, valor muito acima da porcentagem de 2,84%, reajuste autorizado pelo governo federal.

O levantamento pesquisou o preço de 66 itens entre medicamentos genéricos e de referência. Os números completos serão divulgados na próxima terça-feira (17/4).

Ainda de acordo com o órgão, outro número que chamou atenção foi a diferença entre os valores dos medicamentos de marca e os genéricos, que chega a 600%.

O aumento de até 2,84% foi definido peço governo federal e está em vigor desde o último dia 31 de março. A tabela com os valores permitidos para reajuste dos medicamentos foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) a partir de cálculos realizados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)

Por meio da entidade, o governo controla o reajuste de preços de medicamentos periodicamente, estabelecendo o aumento máximo que esses produtos podem atingir no mercado brasileiro.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.