PIB consolidado de 2012: Goiás cresce 4,4% a mais que a média nacional

O resultado positivo, entretanto, não fez com que o Estado ampliasse de forma considerável sua participação na formação do índice em âmbito nacional

O Produto Interno Bruto (PIB) de Goiás registrou acréscimo de 5,4% em 2012 e atingiu o valor de R$ 123,926 bilhões; o que colocou o Estado acima da taxa nacional (1%). O bom resultado, entretanto, não fez com que a unidade federativa ampliasse de forma considerável sua participação na formação do índice em nível nacional, que subiu de 2,7%, em 2011, para 2,8%. Os números integram os dados consolidados divulgados nesta sexta-feira (14/11) pelo Instituto Mauro Borges de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (IMB).

Conforme apontou o índice, Goiás se manteve na nona posição do ranking nacional, lugar que ocupa desde o início da série, em 2002. De acordo com o secretário estadual de Gestão e Planejamento, Leonardo Vilela, o crescimento do PIB goiano se deve ao grande potencial de produção de matéria-prima do Estado, aliada à competência dos produtores goianos e às políticas públicas empreendidas pelo governo estadual.

“Vale lembrar que se não fosse o baixo desempenho da economia nacional em 2012, que registrou taxa de crescimento de 1%, o avanço do PIB goiano poderia ser ainda mais significativo. Afinal, Goiás está inserido numa conjuntura nacional de crescimento baixo”, sustentou o dirigente.

Segundo o IMB, naquele ano, entre os setores de atividade econômica, o destaque foi constatado, sobretudo na área de agropecuária, com registro de expansão em 8,4%. Logo atrás vem o setor de serviços (5,5%) e de indústria (4,8%).

Quanto à participação do Estado na região Centro-Oeste, Goiás ampliou timidamente sua parcela de contribuição de 28,1% para 28,8%, de 2011 para 2012.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.