No Facebook, presidente da OAB-GO critica postura de oposicionistas: “Desserviço à Ordem”

Enil Henrique usou a rede social para rebater acusações de falta de transparência: “Estariam solicitando orientações didáticas sobre a interpretação de um balancete?”

O presidente da seccional goiana da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-GO), usou o Facebook para responder às críticas feitas por advogados oposicionistas nos últimos dias.

No post, Enil Henrique Sousa defende a atual gestão, enfatizando que não há omissão de dados, nem tampouco “crise financeira” na instituição.

De acordo com Enil, é “lamentável” a postura adotada por certos colegas, que se prestam a “lesar a imagem e a credibilidade da OAB-GO valendo-se, para tanto, de expedientes escusos, falaciosos, quando não mentirosos, acerca da real situação da instituição”.

Nos últimos dias, advogados da chapa oposicionista à OAB Forte — da qual Enil faz parte — tem acusado a atual administração de omissão de dados, além de uma suposta dívida que chega a casa dos milhões.

“Por motivações meramente políticas”, define o presidente. Segundo ele, faltam argumentos sólidos e sobram “manobras” por parte dos críticos.

Ainda no post, Enil questiona a exigência de dados, lembrando que todos estão no site da OAB-GO, além de anunciar que logo será lançado o Portal da Transparência. “Estariam solicitando orientações didáticas sobre a interpretação de um balancete?”, alfineta.

Ao final, o presidente convida a todos os advogados que tenham alguma dúvida sobre as contas da atual gestão a tomar um café com ele. “As portas da OAB-GO estão abertas a todos”, completa.

Veja o post na íntegra:

enil-ok

Deixe um comentário