Livro explosivo de Eduardo Cunha pode chegar às livrarias já em dezembro, diz Veja

Nota na coluna Radar da edição desta semana da revista afirma que deputado cassado conversa com editoras interessadas nesta segunda (19)

Cunha na Comissão de Ética: muitos documentos para o livro | Foto Lula Marques/Agência PT

Cunha na Comissão de Ética: muitos documentos para o livro | Foto Lula Marques/Agência PT

O deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) está disposto mesmo a “implodir a República” com seu livro-delação. E pode ser bem antes do que muitos esperavam. Isso porque, segundo nota na coluna Radar de Veja, há a possibilidade da publicação chegar às livrarias no dia 15 de dezembro.

A sinopse já estaria pronta e a ideia do ex-presidente da Câmara é aproveitar as vendas de Natal — espera, inclusive, bater a casa dos 300 mil exemplares vendidos na primeira semana. “Doa a quem doer”, disse à coluna.

Nesta segunda-feira (19), tem reuniões com editoras interessadas em publicar a compilação que contará os meandros do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT). Dizem que, em Brasília, já tem deputado trabalhando na nota-resposta às revelações de Cunha.

 

 

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.