Empresas privadas esperam aval do governo para comprar 33 milhões de doses da vacina de Oxford

Acordo depende de diálogo com o Ministério da Saúde, e se aprovado doses poderiam chegar em fevereiro

Vacina contra Covid-19 | Foto: reprodução

Cerca de 12 empresas privadas brasileiras abriram negociação com o governo  atrás de aval para importar 33 milhões de doses da vacina de Oxford/Aztrazeneca. O aval depende de diálogo com o Ministério da Saúde, na expectativa de que a pasta edite um ato descrevendo as condições para a liberação.

Entre as empresas anunciadas estão: Petrobrás, Gerdau, Vale, JBS, OI, Vivo, Ambev, Santander, Itaú, Claro, Whirlpool e ADN Liga. Metade do total dos imunizantes seria doado ao Sistema Único de Saúde (SUS). O restante iria para funcionários e familiares das companhias responsáveis por fazer a negociação. Os 33 milhões de doses poderiam chegar ao Brasil em fevereiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.