Em Cachoeira Alta, operação interdita bares e apreende adolescentes em boates

Operação coordenada pelo MP interditou 8 estabelecimentos e apreendeu 14 adolescentes que estavam em boates

O Ministério Público de Goiás deflagrou, no último fim de semana, uma operação no município de Cachoeira Alta visando impedir o acesso de adolescentes a bares e boates e cobrar a regularidade de funcionamento destes estabelecimentos.

A operação na cidade do Sudoeste goiano foi realizada na sexta (6/2) e no sábado (7) e teve apoio das Polícias Civil e Militar, além do Conselho Tutelar, do Departamento de Vigilância Sanitária Municipal e da Fiscalização de Posturas.

Durante a ação, foram interditados três bares, três casas de show, um prostíbulo e uma lanchonete, todos por falta de alvará de funcionamento. Também foram apreendidos 14 adolescentes em boates e festas e presas três pessoas em flagrante, por estarem dirigindo embriagadas.

A finalidade da operação foi combater a criminalidade envolvendo menores de idade e combater o uso de substâncias entorpecentes.

De acordo com o promotor André Luís Ribeiro Duarte, que ajudou a coordenar a operação,O MP está atuando para combater a prostituição infantil. “Por isso, esta operação teve caráter repressivo e também educativo, pois pretendemos mudar a atual situação de irregularidades”, explicou.

*Com informações da Assessoria de Comunicação do MPGO

Deixe um comentário