Di Roma se pronuncia sobre morte de menino no toboágua

Segundo o parque aquático, a área do acidente estava fechada e sinalizada indicando manutenção

O parque aquático Di Roma Acqua Park, de Caldas Novas, se pronunciou sobre a morte de uma criança de 8 anos em um dos seus toboáguas. Em nota, eles afirmaram que a área que ocorreu o acidente estava “completamente fechada com tapume e devidamente sinalizada para reforma e melhorias”. O parque afirmou que está prestando suporte à família da vítima.

O Di Roma também disse que todo o parque é vistoriado pelo Corpo de Bombeiros e possui todos os alvarás e licenças emitidos pelas autoridades competentes. Eles também afirmaram que em 50 anos de atividade, o parque nunca enfrentou ” uma tragédia dessa magnitude”.

Confira a nota na íntegra do Di Roma Acqua Park:

O Grupo Di Roma vem publicamente lamentar e prestar profunda solidariedade à família da criança que tragicamente se acidentou nas dependências do nosso complexo.

A área em que ocorreu o acidente estava completamente fechada com tapume e devidamente sinalizada para reforma e melhorias. O espaço, bem como todo nosso complexo, é vistoriado com rigor pelo Corpo de Bombeiros e possui todos os alvarás e licenças emitidos pelas autoridades competentes.

Em cinquenta anos de história e tradição, nunca o Grupo Di Roma sofreu uma tragédia dessa magnitude. As investigações sobre as causas do acidente serão realizadas pela Polícia Civil.

Estamos consternados, colaborando com as autoridades, oferecendo total suporte à família nesse momento de luto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.