Deputado defende candidatura de Henrique Meirelles para presidente

Lincoln Tejota aponta nome do Ministro da Fazenda como forte candidato nas próximas eleições e diz que este é um projeto almejado pelo PSD

| Foto: Assembleia Legislativa do Estado de Goiás

Deputado ressaltou também o nome de Vilmar Rocha que, segundo ele, pode disputar para governador, vice-governador ou senador | Foto: Assembleia Legislativa do Estado de Goiás

O deputado estadual Lincoln Tejota (PSD) defendeu, em entrevista ao Jornal Opção, que seu partido continue disputando cargos importantes nas eleições, nos moldes do que foi feito em 2016, quando Francisco Jr. (PSD) concorreu à Prefeitura de Goiânia. Ele destacou principalmente os nomes de Vilmar Rocha (PSD) e Henrique Meirelles (PSD) que, na sua opinião, têm grande potencial em 2018.

“Temos bons nomes, como o do nosso ministro da Fazenda, Henrique Meirelles e do Vilmar Rocha, que já é declarado candidato a governador, senador ou a vice-governador e quer ocupar um espaço estratégico”, ressaltou ele. “E temos bons nomes também para concorrer a deputado estadual e federal”, acrescentou.

Henrique Meirelles, na sua opinião, dificilmente disputaria algum cargo em Goiás. “Acho que ele pretende alçar voos maiores e, quem sabe, se lançar como possível candidato à Presidente da República”, comenta. “Particularmente, é um projeto em que eu acredito e que o PSD também quer.”

O Ministro da Fazenda, aponta Lincoln, tem respeito no cenário nacional e conseguiu fazer boas gestões nos cargos que ocupou. “Com certeza, Henrique Meirelles é um nome que carrega credibilidade nacional. Ele é uma pessoa que detém credibilidade do mercado internacional, dos partidos e também dos entes políticos no Brasil”, afirmou.

“Quando ele esteve à frente do Banco Central, no governo Lula, o Brasil apresentou um crescimento muito grande, houve uma grande entrada de dólar, que atingiu um patamar muito baixo pela quantidade de investimentos e da credibilidade que a gente tinha com o mercado internacional”, opinou.

Para Lincoln, o partido consolidou seu espaço no Estado de Goiás e se saiu bem nas eleições municipais. “O PSD conseguiu sair fortalecido dessas eleições: Conseguimos eleger dois vereadores, 15 prefeitos no interior, temos dois deputados estaduais, dois federais, temos uma secretaria muito importante, que é a Secima (chefiada por Vilmar)”, listou o deputado.

“A gente tem um espaço garantido dentro desse governo e isso por quê? Obviamente, por causa da força política que a gente tem”, opinou, “Hoje estamos bem colocados e o objetivo de cada partido, o Vilmar sempre salienta isso, é atingir o poder para implantar os programas e aquilo que ele acredita que é o melhor para a sociedade”.

O trabalho para 2018, finaliza, começa ainda neste ano: “É natural que, daqui para lá, a gente discorra sobre esse assunto, coloque os nomes à disposição e procure ocupar esses espaços”. “A gente sabe que em política não tem espaço que é cedido, é uma guerra e os espaços são tomados, então o PSD está pronto para a disputa”, concluiu ele.

1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Antonio Alves

Só faltava essa. Quando você pensa que já viu de tudo, aparece mais uma. Depois de matar tanta gente de fome com sua política de austeridade, Meirelles querer ser presidente. Só se for presidente dos banqueiros.