Delegado Waldir quer proibir propaganda de bebidas alcoólicas, motéis e casas noturnas

Em defesa “da moral, dos bons costumes e da família”, deputado apresentou projetos que vetam também publicidade com mulheres seminuas nos meios de comunicação

Delegado Waldir (PSDB): em defesa da família brasileira | Foto: Alexssandro Loyola

Delegado Waldir (PSDB): em defesa da família brasileira | Foto: Alexssandro Loyola

O deputado federal Delegado Waldir (PSDB) quer acabar com as propagandas de bebidas alcóolicas, motéis e casas noturnas no Brasil.

Em Projetos de Lei apresentados nos primeiros meses de trabalho na Câmara Federal, o tucano pede que fiquem proibidas a divulgação de tais produtos em qualquer meio de comunicação — inclusive, na internet. Além disso, peças publicitárias com mulheres “seminuas”, usando apenas lingerie, devem ser banidas.

De acordo com o representante de Goiás, o álcool é um problema de saúde pública nacional que vem “acarretando muitos outros” à sociedade. Waldir critica ainda a banalização do “erotismo” nos veículos de comunicação e defende que as leis auxiliariam no combate à prostituição, haja vista que não existe, hoje, uma “maneira para lidar com a disseminação” da atividade.

“Não hesitei em redigir as propostas com o objetivo imediato de proteger a moral, os bons costumes e a família”, explicou ele.

Tais projetos foram compromisso de campanha do deputado federal — que foi o mais bem votado do Estado de Goiás.

Veja aqui os projetos na íntegra:
PL 998/2015 – Proíbe a propaganda comercial de bebidas alcoólicas
PL 968/2015 – Dispõe sobre a proibição de propagandas e divulgações que incentivem, facilitem ou incitem a prostituição em estabelecimentos como casas noturnas, motéis e em mídias como canais de TV, jornais e similares e dá outras providências
PL 967/2015 – Dispõe sobre a proibição de uso de modelos mulheres para divulgação de propagandas de lingerie e afins em vias públicas, bem como em mídias visuais como TV, Jornais impressos e similares

15
Deixe um comentário

5 Comment threads
10 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
6 Comment authors

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Epaminondas

Delegado Waldir quer acabar com a profissão mais antiga do mundo. Poderia tentar também fazer umas emendas à lei da gravidade. Boa sorte, deputado! Indo na lógica de proibir publicidade nazista, como se isto apagasse a nódua histórica, ele quer banir publicidade de bebida alcóolica. Se ele já está empenhado que as pessoas parem de transar fora do casamento, espero o mesmo grau de sucesso para que elas parem de beber. Se deu tão certo com a Lei Seca americana, né? “Mas é só a publicidade que será proibida”. Poisé. Proibir a venda de bebida, numa democracia, é muito fundamentalista.… Leia mais

Waldete Meireles

Com vontade de tomar Schin tenho certeza que não, só com vontade de pegar a mulher´não é? Concordo com ele (o delegado) odeio propaganda de cervejas com mulheres quase nuas, propagandas que usam o diminutivo: cervejinhas, pinguinhas, wisquinho, cachacinhas, só para disfarçar o perigo de se tornar um dependente. Odeio a propaganda de cerveja que chama a mulher de Verão.

Epaminondas

Está aqui o ovo da serpente: Proto-ditadores acham que precisam proteger o cidadão comum. Acreditam que não se deve deixar a cargo deles uma coisa tão importante quanto o senso crítico para se assistir publicidade. Então proibem a publicidade. Mas publicidade é uma extensão da liberdade de expressão. Qualidade democrática. Querem corroer a democracia baseado num ranço moralista. Perdemos mais quando abrimos mãos da liberdade de expressão do que ver mulheres em trajes sumários em comercial de cerveja. Liberdade de expressão, não se julga o teor. Se assegura o direito. Se alguém se ofende com comercial de cerveja, em tenho… Leia mais

Epaminondas

O álcool e a prostituição são expressões de uma coisa enormemente incômoda: O direito dos indivíduos fazerem o que bem entenderem, sem a tutela religiosa/estatal determinando comportamentos baseados na moralidade. O estado pode, claro, prover alternativas para que as pessoas não sejam empurradas ou saiam quando se afundam nestas duas searas. Ou também podem dar uma canetada e proibir determinantemente. Fácil e fica bem junto ao eleitorado. Mas daí pegamos a história, esta biscate ingrata, e vemos o que aconteceu com a Lei Seca americana. Daí descobrimos que o ser humano funciona de uma forma diferente que as carolas da… Leia mais

Epaminondas

Não se afrontar com a campanha do deputado delegado é só para tipos que acham que, se instalarem um estado policial, não o afetaria por se considerar um “cidadão de bem”. Crianças e adolescentes precisam ser educadas. Ao invés de corroer nossa democracia partindo para a censura, como se para proteger as novas gerações, devéssemos tutelar a liberdade de expressão. E se conseguirem o intento, ao invés de uma geração crescer preparada para lidar com a responsabilidade da liberdade, será uma geração que depende de um estado paternal para que medie o mundo para elas. Ser moralista é péssimo. O… Leia mais

Epaminondas

Não tenho a menor dúvida que você não seja adepto de leituras muito longas.

A dúvida que paira é se existe uma correlação entre a preguiça mental e apoio ao deputado delegado.

Epaminondas

Acho que vou copiar o seu exemplo e ter preguiça do meu carteiro. Pimba! Não precisarei me preocupar com nenhuma conta que ele venha me entregar.

Não é o suprassumo da inteligência? Obrigado pela inspiração!

André

Mais um representante da vanguarda do atraso a representar Goiás no Congresso Nacional. Nem me darei ao trabalho de comentar o ridículo dessas propostas. Os eleitores do xerife-deputado deveriam ter vergonha por ajudarem nosso estado a ser ainda mais ridicularizado do que costuma ser na mídia nacional. E depois ainda falam mal do Tiririca. Pelo menos ele faz rir fora do plenário e nunca se envolveu em escândalos ou na criação de factoides enquanto deputado federal. Já o Sr. Waldir…

CARLOS SOARES

ESSE BRASIL PRECISA DISSO MESMO DELEGADO WALDIR DE HOMENS QUE PREOCUPA COM AS FAMILIAS, AGORA ESSES QUE ESTAO CONTRA SIMPLISMENTE SAO OS QUE VIVEM DA PROSTITUICAO, VC ESTAR DE PARABENS

André

Você não “estar” de parabéns, Carlos.

Delegado Waldir

Bom dia Epaminondas e André…não cai de paraquedas… não comprei mandato….fiz 10 mandamentos como proposta de campanha, registradas em Cartório e e foi por elas e pelo meu trabalho que fui escolhido com a maior votação da história do nosso Estado….apelar é triste…o bom debate é sadio…álcool é droga, mata mais que cocaína, crack, maconha…ela que destrói as famílias, a maior causa de mortes no trânsito e por morte dolosas….não esqueçam que com a proibição de propaganda de cigarros…ocorreu diminuição de consumo e de mortes… já em relação a proibição de propaganda de de mulheres seminuas….nossa cultura de fetiche é… Leia mais

André

Caro deputado-delegado Waldir, responderei em tópicos à sua mensagem. A saber: Considerando que sua eleição foi legal e legítima, resta lamentar pelos que o elegeram. Mas não espere que os milhões de eleitores goianos que NÃO votaram no sr. concordem piamente com suas atitudes. E não vem ao caso que a sua votação tenha sido a maior do Estado. Quantidade e qualidade não são e nunca foram sinônimos. “10 mandamentos como proposta de campanha”? Como se não bastassem vários colegas seus tentando fazer do Brasil um país teocrático! Eu poderia escrever um tratado com base nas inconsistências jurídicas presentes em… Leia mais

Epaminondas

“Não ter recebido mensalão, petrolão ou qualquer outra vantagem indevida não faz do sr. um ser superior”

Ser honesto é uma questão de princípios. Triste do povo aonde um representante trata isto como um diferencial.

Epaminondas

Não dá para atestar se foi realmente o Delegado Deputado que postou acima, mas torço que não. Lamentaria que alguém que se expressa tão mal esteja me representado na Câmara. A estreita visão se revela quando tenta defender o slogam “45 do calibre, 00 das algemas” e ao mesmo tempo, critica cultura machista! Me poupe. É pena que a opinião seja abastecida por uma inverdade, que a maior causa de morte no trânsito seja por causa do álcool. Se assume isto sem embasamento, por causa da comoção que acidentes assim ganham. E munido de uma pseudo-informação, quer ir corroer um… Leia mais

iury

dep. Waldir, eu e minha familia votou em você para ser deputado federal e com isso exercer todo o mandato de 4 anos, se por algum motivo, pedir licença para dispurtar eleições para cargos marjoritario, será mais um descompromissado com seu eleitor, e ja adianto, perde os votos da minha familia e todos as pessoas que eu puder ifluenciar com isso… cumpra seu mandato…e estamos com vc! abraço.