Advogado entrega passaporte de Lula à Polícia Federal em São Paulo

Antes de ser proibido de sair do País, ex-presidente tinha viagem marcada para esta sexta-feira (26) para a Etiópia, onde participaria de evento da ONU

O advogado Cristiano Zanin Martins entregou no final da manhã desta sexta-feira (26/1) o passaporte do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) à Polícia Federal, em São Paulo. Zanin, que defende Lula em vários processos, atendeu a determinação do juiz substituto Ricardo Augusto Soares Leite, da 10ª Vara Federal em Brasília.

A decisão do magistrado foi em decorrência de pedido da Procuradoria da República do Distrito Federal, após condenação do ex-presidente em segunda instância pelo Tribunal Regional Federal da 4 ª Região (TRF4) na última quarta-feira (24).

Lula viajaria nesta sexta-feira (26) para a Etiópia onde participaria de um evento da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO).

O procuradoria entendeu que a viagem do ex-presidente poderia trazer riscos para investigação, como a fuga do país. O juiz deu prazo de 24 horas para que o documento fosse entrega à PF e determinou que o nome de Lula fosse incluído no cadastro de pessoas impedidas de deixar o país. Antes mesmo da decisão, a viagem de Lula já havia sido comunicada à Justiça Federal.

Em nota na manhã desta sexta-feira, a defesa do presidente tinha dito que entregaria o documento à PF, mas que vai recorrer da decisão. Cristiano Zanin Martins, advogado do ex-presidente, argumentou que “O TRF4 havia sido informado sobre a viagem e não opôs qualquer restrição” e que a defesa tomaria as medidas cabíveis. O retorno do ex-presidente ao Brasil estava marcado para a próxima segunda-feira (29).

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.