Votos brancos, nulos e abstenções somam mais da metade do eleitorado do Tocantins

Ao todo, 51,83% dos eleitores não escolheram nenhum dos candidatos no segundo turno do pleito extraordinário, realizado neste domingo (24/6)

Assim como ocorreu no primeiro turno, no último dia 3, a soma de votos brancos, nulos e abstenções foi mais uma vez expressiva na eleição suplementar para o governo do Tocantins. Ao todo, 51,83% dos eleitores não escolheram nenhum dos candidatos no segundo turno do pleito extraordinário, realizado neste domingo (24/6).

O número representa 527.868 eleitores, número maior que a soma dos votos conquistados pelos dois candidatos (490.461). No primeiro turno, a abstenção, somada de votos brancos e nulos, chegou a 43,54% dos votos.

Conforme o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), neste domingo, a abstenção chegou a 355.032 mil eleitores. Fora isso, 17.209 votaram em branco e 155.627 preferiram anular o voto.

Resultado

Mauro Carlesse, do PHS, foi eleito governador do Tocantins com mais de 75% dos votos válidos, derrotando Vicentinho Alves, do PR.

Carlesse fica no cargo até o dia 31 de dezembro e pode concorrer à reeleição em outubro. A posse está prevista para o dia 9 de julho.

O novo governador disputou o pleito representando uma coalizão formada pelo PHS, DEM, PRB, PP, PPS, PMN e PTC. Paranaense, fez carreira como empresário no ramo agropecuário no Tocantins. Em 2014, foi eleito deputado estadual pelo PTB.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.