Justiça Eleitoral cassa mandato de prefeito e vice de Formoso de Araguaia, por abuso de poder econômico

A representação eleitoral apontou que houve omissão nas contas de campanha quanto a locação de veículos e consumo de combustível

Em decisão proferida na quarta-feira, 30, a 15ª Zona Eleitoral de Formoso do Araguaia, na pessoa da Juíza Eleitoral Ana Paula Brandão, cassou o mandato do prefeito de Formoso do Araguaia, Heno Rodrigues da Silva (PTB) e do seu vice Israel Borges Nunes (Republicanos), por abuso de poder econômico, relativo a irregularidades na arrecadação e gastos de recursos de campanha. A decisão acolheu o parecer do Ministério Público Eleitoral, em face da representação eleitoral, ajuizada pela Coligação Juntos por Formoso.

A representação eleitoral apontou que houve omissão nas contas de campanha quanto a locação de veículos e consumo de combustível. Os gastos com combustível chegaram a ser orçado em quase R$ 60 mil. Também foi possível identificar a existência de caixa II, que possibilitou a destinação de recursos para a aquisição de foguetes, bandeiras, banners, TV de LED e realização de comícios, bem como, o emprego indevido dos meios de comunicação em benefício de tais candidatos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.