Comparação de chapas mostra vantagem de Buonaduce

OAB Forte aglutina melhor, tem maior coesão e mais experiência na disputa pelo comando da OAB-GO

Flávio Buonaduce, Lúcio Flávio de Paiva e Enil Henrique | Fotos: Jornal Opção

Flávio Buonaduce, Lúcio Flávio de Paiva e Enil Henrique | Fotos: Jornal Opção

A composição oficial das três chapas registradas para as eleições da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Goiás (OAB-GO) demonstra que o grupo OAB Forte está à frente dos concorrentes.

As análises das qualificações profissionais e das personalidades de cada integrante das chapas permitem aferir na balança quem é quem na disputa e também apontar qual concorrente conseguiu agregar melhores nomes da advocacia.

Para garantir melhor apuração, foram ouvidos três advogados de relevância no meio jurídico goiano, que fizeram apontamentos críticos dos componentes das chapas. As entrevistas tiveram a intenção de coletar informações acerca da idade, currículo, perfil e antecedentes dos candidatos aos principais cargos. Optou-se por manter sigilo das fontes, em vista da manutenção do bom relacionamento da classe.

As chapas que concorrem às eleições da OAB- GO são formadas por 102 advogados ao todo. A diretoria é composta por cinco cargos: presidente, vice-presidente, secretário-geral, secretário-adjunto e diretor-tesoureiro. Como conselheiros federais, são apontados seis nomes. Na diretoria da Caixa de Assistência dos Advogados de Goiás (Casag), são indicados um presidente, vice-presidente, secretário-geral e adjunto, tesoureiro e outros cinco diretores adjuntos. Para finalizar, as chapas ainda designam 80 conselheiros seccionais. A reportagem optou por avaliar apenas a diretoria, o conselho federal e o cargo de presidente da Casag.

PRESIDENTE

OAB Forte

Candidato Flávio Buonaduce

Quem é? Flávio Buonaduce Borges, 50 anos. É casado e pai de dois filhos.

Currículo: Advogado há quase 30 anos e atual conselheiro da OAB. Mestre em Direito Processual pela PUC-SP, especialista em Processo Civil pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e professor efetivo da UFG há 20 anos. Já ocupou os cargos de secretário-geral da OAB e de Diretor da Escola Superior de Advocacia (ESA). Atua nas áreas de Direito civil, comercial, agrário e trabalhista.

Perfil: Flávio Buonaduce tem postura agregadora. Foi escolhido para representar o grupo OAB Forte por sua abertura ao diálogo e pela atitude conciliadora. Pertence a uma família de advogados e é reconhecido pela capacidade de argumentação e diligência.

Curiosidade: Buonaduce já foi da oposição ao grupo OAB Forte, há cerca de 20 anos, quando ingressou na Ordem para participar de uma Comissão de Estudos Constitucionais.

OAB Que Queremos


lucio-flavio-foto-facebook-OKQuem é?
Lúcio Flávio Siqueira de Paiva, 38 anos e é solteiro.

Currículo: Mestre em Direito, Relações Internacionais e Desenvolvimento pela PUC-GO. É professor efetivo da PUC-GO, da Escola Superior da Magistratura do Estado de Goiás e sócio do escritório GMPR Advogados. Não ocupou nenhum cargo na Seccional Goiana.

Perfil: Lúcio Flávio é conhecido no ambiente acadêmico e tem pouca referência na advocacia, o que tem gerado críticas, tendo sido chamado por adversários apenas como “professor”. Vem utilizando tom agressivo na campanha, atacando adversários com retórica cheia de frases de efeito.

Curiosidade: Nunca atuou na OAB, mas já concorreu a vice-presidente no pleito de 2013, pela chapa Renovação com Atitude, encabeçada por Leon Deniz, que hoje é o mentor político de Lúcio Flávio – e foi impugnado pela Comissão Eleitoral por suspeita de não pagar anuidade na seccional de Minas Gerais. Lúcio Flávio já foi aluno de Flávio Buonaduce, do grupo OAB Forte.

OAB Independente

enil-henrique-foto-fernando-leite-jornal-opcaoQuem é? Enil Henrique de Souza Filho, 58 anos. É casado e pai de três filhos.

Currículo: Especialista em Processo Civil e Direito Civil pela Faculdade Anhanguera, atua nas áreas cível e bancária. É o atual presidente-tampão da OAB Goiás e já foi diretor-tesoureiro, conselheiro seccional e vice-presidente da Casag.

Perfil: É conhecido como centralizador, embora acessível. Nos debates, tem deixado (e muito) a desejar, cometendo erros crassos de português e por não apresentar propostas técnicas. Críticos chegam a dizer que o comando da Ordem tem sido do filho dele, Enil Neto. É dado a rompantes; um exemplo foi quando convocou os advogados dativos para uma paralisação pelo reajuste da Unidade de Honorários Dativos (UHD), tentando confrontar o governador Marconi Perillo (PSDB), sem sucesso.

Curiosidade: Foi eleito como presidente para um “mandato tampão”, desde fevereiro deste ano, pela OAB Forte. No entanto, organizou uma dissidência do grupo para participar da disputa e seguir no cargo.

VICE-PRESIDENTE

 OAB Forte

julioQuem é?  Júlio Meirelles, 41 anos, casado, duas filhas.

Currículo: Especialista em Direito Constitucional e Eleitoral. Pela seção Goiás da OAB, já ocupou os cargos de juiz do Tribunal de Ética e Disciplina, de conselheiro seccional e atualmente atua como secretário-geral. Além disso, presidiu a Comissão de Seleção e das Sociedades de Advogados, além da Comissão de Direito Político e Eleitoral da OAB-GO. Atua em Goiás e do Distrito Federal. Possui amplo conhecimento acerca do funcionamento da Ordem, por ter atuado em diversos cargos dentro da instituição.

Perfil: Reconhecido como qualificado e experiente. Possui habilidade política, espírito conciliador e relacionamento estreito com lideranças da advocacia do interior.

Curiosidade: Pertence a uma família de advogados, é sobrinho de Olinto Meirelles, e, junto com Flávio Buonaduce, iniciou na militância classista na oposição.

OAB Que Queremos

thales-jayme-facebookQuem é?  Thales José Jayme tem 52 anos. É casado, e tem três filhos.

Currículo: Thales José Jayme construiu carreira no âmbito do direito penal. Já foi secretário-geral da OAB e conselheiro federal suplente. Abandonou a advocacia para ocupar um cargo público, como secretário-executivo da pasta de Segurança Pública. Sua candidatura foi indeferida pela Comissão Eleitoral da OAB, uma vez que não cumpriu com o prazo do regulamento que especifica a necessidade de, no mínimo, cinco anos de efetivo exercício profissional como advogado antes das eleições.

Perfil: Thales já se envolveu em brigas na OAB. Considerado por muitos como “cabeça quente”, ele já chegou a desistir de concorrer à presidência faltando 40 dias para o pleito, o que causa desconfiança de antigos aliados.

Curiosidade: Em 2004, Thales Jayme foi candidato a vice-presidente da oposição, mas três anos depois voltou a apoiar a OAB Forte. No mesmo ano, o advogado iniciou um tumulto durante sessão do Tribunal de Ética e Disciplina da OAB, agredindo verbal e fisicamente o advogado Gentil Goularte, que revidou alvejando Thales com um tiro.

OAB Independente 

Otávio ForteQuem é?  Otávio Alves Forte tem 36 anos, casado, sem filhos.

Currículo: Especialista em Direito Tributário, Civil e Processo Civil. Atualmente é conselheiro seccional da OAB-GO, diretor e professor da Escola Superior de Advocacia (ESA), além de procurador do Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol de Goiás. É presidente do Instituto Goiano de Direito Constitucional (IGDC). Foi presidente da Comissão do Advogado Jovem.

Perfil: Mesmo tido como “de difícil convivência”, é um jovem advogado que sempre participou da Ordem.

Curiosidade: Filho de Eli Alves Forte que obteve espaço por ser aliado de Felicíssimo Sena, cujo sobrenome dá nome à chapa e ao movimento OAB Forte, a qual Otávio já fez parte.

SECRETÁRIO-GERAL

OAB Forte

patricia-centenoQuem é?  Patrícia Centeno, 35 anos, casada, três filhos.

Currículo: Advogada trabalhista com especialização em Direito Processual do Trabalho. Graduada em Direito pela Universidade Federal de Goiás (UFG) em 2005. Pós-graduanda em Direito do Trabalho e Processo do Trabalho pela Universidade Federal de Goiás (UFG); Conselheira Seccional da OAB-GO.

Perfil: Feminista militante, também tem sido ativa na luta classista dos advogados.

Curiosidade: Participou de movimento estudantil como diretora do Centro Acadêmico XI de Maio. Filha da ministra do Tribunal Superior do Trabalho Delaíde Alves Miranda Arantes.

OAB Que Queremos

jaco-OKQuem é?  Jacó Carlos Silva Coelho, 47 anos, casado.

Currículo: Especialista em Direito Processual Civil pelo Centro Universitário de Goiás, em Direito Civil pela Universidade Federal de Goiás. Possui MBA Executivo em Seguros e Resseguro pela Escola Superior Nacional de Seguros.

Perfil: Dono de um grande escritório que presta serviço para empresas seguradoras. Tentou ser desembargador, mas não obteve êxito. Pouca participação na política classista.

Curiosidade: Não possui experiência em cargos dentro da Ordem. 

OAB Independente

caiado-lucio-flavio-OK
Quem é?
 Alexandre Ramos Caiado, tem 49 anos, casado.

Currículo: Conselheiro seccional por dois mandatos. Já ocupou os cargos de presidente e de vice-presidente da Comissão de Direitos e Prerrogativas da OAB-GO e árbitro da 6ª Corte de Conciliação e Arbitragem da Comarca de Goiânia. Atua nas áreas de Direito Cível.

Perfil: Apesar de bom articulador e combativo, é reconhecido pela falta de carisma.

Curiosidade: Pouca participação classista.

SECRETÁRIO-ADJUNTO

OAB Forte

haroldo-machadoQuem é?  Haroldo José Rocha Machado Neto, 31 anos,  casado, sem filhos.

Currículo: É formado em Direito pela PUC-GO, sócio no escritório Machado e Veiga Advogados Associados, além de conselheiro seccional da OAB Goiás. Já foi presidente da Comissão de Advocacia Jovem e é militante da classe na Cidade de Goiás.

Perfil: Haroldo Neto é jovem, representa a advocacia do interior e tem postura conciliadora. Muito presente nos eventos e atividades da Ordem, defendendo a bandeira de melhorias para a advocacia em início de carreira.

Curiosidade: Oriundo de uma família de advogados tradicionais na OAB-GO. Seu pai e seu avô já ocuparam cargos na seccional goiana.

OAB Independente

taissaQuem é?  Taíssa Tormin Mundim é advogada, solteira, uma filha.

Currículo: Advogada jovem, com pouco tempo de atuação. Nunca ocupou nenhum cargo na ordem.

Perfil: Pouco reconhecida no meio jurídico.
Especula-se que está na lista dos que entraram para “preencher a chapa”.

Curiosidade: Filha do advogado Marcos Mundim. Curiosidade: em seu perfil no Facebook, Taíssa Mundim afirma que mora no Rio de Janeiro.

OAB Que Queremos

simone-oliveiraQuem é?  Simone Oliveira Gomes, casada, mãe de três filhos e avó de dois netos.

Currículo: Formada em 1998, possui carreira extensa na advocacia. É a atual presidente da subseção de Jataí e integra a Comissão Especial da Mulher Advogada do Conselho Federal da OAB.

Perfil: Milita nas áreas Trabalhista, Cível, Agrária e Previdenciária. É um dos nomes mais experientes entre os que concorrem à diretoria.

Curiosidade: Representa o interior.

DIRETOR-TESOUREIRO

OAB Forte

hallanQuem é?  Hallan de Souza Rocha, 36 anos. É casado e pais de dois filhos.

Currículo: Pós-graduado em Direito Tributário pela UCB e em Direito Previdenciário pela Uni-Anhanguera, presidente do Instituto Goiano de Direito Previdenciário (IGDP), vice-presidente da CASAG, vice-presidente e corregedor do Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol de Goiás, ex-conselheiro seccional da OAB-GO.

Perfil: Advogado de prestígio e admiração na área previdenciária, é conhecido pela cordialidade e diligência.

Curiosidade: Admirado por colegas.

OAB Que Queremos

roberto-serraQuem é?  Roberto Serra da Silva Maia, 44 anos, casado, duas filhas.

Currículo: Especialista em Direito Processual Civil e em Política e Estratégia. Mestre em Direito, Relações Internacionais e Desenvolvimento pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO);

Perfil: Professor de Direito Penal, possui boa fluência e preparo.

Curiosidade: Teve participação na Ordem apenas como juiz do Tribunal de Ética e Disciplina da OAB desde 2010.

OAB Independente

tabajaraQuem é?  Tabajara Francisco Póvoa Neto, 41 anos, casado, dois filhos.

Currículo: Advogado desde 2007, Tabajara é especialista em Direito Civil e Processual. Atual conselheiro seccional, também preside a Comissão de Direito de Direito Digital da OAB-GO.  Foi presidente da Comissão da Advocacia Jovem (CAJ) da Subseção de Anicuns no triênio 2010/2012. Faz parte do núcleo do Conselho de Advogados Jovens.

Perfil: Sem experiência na advocacia.

Curiosidade: Virou conselheiro por nomeação do atual presidente da Ordem, Enil Filho, sem eleição, ocupando uma das vagas. Conta-se que é uma indicação do filho do presidente-tampão.

DIRETORIA DA CASAG

OAB Forte

julio1Quem é?  Julio Cesar do Valle Vieira Machado, 52 anos de idade, casado, três filhos.

Currículo: Pós-graduado em Direito Tributário pelo IGDT/PUC-GO; em Direito Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas; e advogado atuante em Direito Empresarial e Tributário. Presidente da Comissão de Estágio e Exame de Ordem da OAB-GO e secretário da Coordenação Nacional do Exame Unificado da OAB. Atual presidente da Casag.

Perfil: Possui formação em contabilidade, Direito Tributário e Administrativo. Possui bom relacionamento com o Conselho Federal e com a advocacia goiana.

Curiosidade: Seu estilo sincero e despachado é temido pelos adversários.

OAB Que Queremos

rodolgoQuem é?  Rodolfo Otávio Pereira da Mota Oliveira, casado, três filhas.

Currículo: Bacharel em Direito pela Faculdade de Direito de Anápolis. Pós-graduado em Direito Público pela Universidade Católica de Goiás, Rodolfo possui MBA em Direito Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas.

Perfil: Não conhecido no âmbito jurídico, nem possui experiência na Ordem.

Curiosidade: Sugerem que é nome para compor chapa.

OAB Independente

rodrigo-de-moura-guedesQuem é?  Rodrigo de Moura Guedes, 40 anos, casado.

Currículo: Bacharel em Direito pela Universidade Federal de Viçosa-MG. Mestre em Direito pela UFG. Membro do Conselho de Advogados Jovens. Conselheiro seccional

Perfil: Sem serviço prestado na Ordem.

Curiosidade: Como Tabajara Póvoa, se tornou conselheiro numa “manobra” do atual presidente da Ordem, Enil Filho, ocupando uma das vagas, sem eleição.

ANÁLISE DAS CHAPAS

Pela investigação de currículo, perfil, antecedentes e curiosidades de cada nome que compõe os principais cargos das chapas, pode-se aferir que a OAB Forte apresenta melhor composição de chapa.

Por outro lado, as composições das chapas OAB Que Queremos e OAB Independente demonstram que os candidatos não aglutinam. A chapa de Enil é composta em boa parte por advogados ligados ao filho.

A chapa de Lúcio Flávio apresenta mais profissionais de destaque, mas mesmo há ressalvas. Por exemplo, buscou advogados de um mesmo escritório. Só no escritório do candidato a vice-presidente Thales Jayme (que foi indeferido): Luis Gustavo Nicoli, Vitor Hugo Albino Pelles e Ricardo Naves.

Outra característica negativa, é que, a chapa que se diz oposição apresenta conflitos históricos e comprometedores porque apresenta uma miscigenação confusa; grupos que nunca se entenderam de forma alguma foram reunidos e agora estão juntos.

Além disso, está recheado de ex-OAB Forte. Apenas no cargo de conselheiros federais, por exemplo, quatro candidatos da OAB Que Queremos são provenientes do projeto OAB Forte. São eles: Marcello Terto e Silva, Valentina Jungmann Cintra, Marisvaldo Cortez Amado e Leon Deniz. Isto sem contar com a presença de dois irmãos Marcelo Di Rezende Bernardes, no cargo de vice-presidente da Casag, e Danilo Di Rezende Bernardes, como conselheiro seccional.

A chapa OAB Forte também possui pontos negativos. Embora seja o grupo que mais apresenta renovação de pessoas com expressividade na advocacia, gente que contribui, que já participou de comissões, do Tribunal de Ética, de subseções, enfim, pessoas com histórico de comprometimento, a diretoria da OAB Forte comete a falha de ser formada por profissionais majoritariamente jovens. Além disso, a chapa não soube aproveitar em sua composição as lideranças sólidas por meio da presença dos ex-presidentes.

Vale destacar que todas as chapas são ou foram OAB Forte. Mesmo aquelas que não assumem o seu “DNA” são todas advindas da OAB Forte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.