Violetas Violadas

O projeto “Terça Poética”, que borda suas tardes modorrentas de terça-feira com versos de poesia, publica, desta vez, um poema não intitulado da poetisa goiana, de Pirenópolis, Teresa Godoy (1931-1997). Os versos a seguir integram o livro “Violetas Violadas” [que intitulou esta matéria], cuja 2ª edição foi publicada pela Editora Caminhos, em 2014.

Quer participar? Envie-nos seus poemas; o e-mail é [email protected]

Com as formas vivas

de teu vasto mundo,

avivas o tom

que em surdina traço,

a translucidez

do meu verso.

Teresa Godoy (1931-1997)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.