Biografia de precursor do Yoga em Goiás durante ditadura militar será lançada na sexta (21)

Livro escrito pelas jornalistas Carla Lacerda e Dalvina Nogueira retrata história de Nestor Mota, responsável por difundir prática indiana em solo goiano

Biografia escrita pelas jornalistas Carla Lacerda e Dalvina Nogueira retrata história de Nestor Mota, que começou a difundir a prática do Yoga em Goiás durante a ditadura | Foto: Augusto Diniz/Jornal Opção

As jornalistas Carla Lacerda e Dalvina Nogueira lançam na sexta-feira (21/9) a biografia “Nestor Mota – O Gandhi do Cerrado” às 19h30 no Salão Dona Gercina Borges, do Palácio das Esmeraldas, na Praça Cívica, em Goiânia. O livro custará R$ 50 na noite de autógrafos. Nestor Mota, retratado na obra, é o responsável por introduzir a prática do Yoga em solo goiano durante a ditadura militar. “Era questão de sobrevivência. O Yoga me ajudou a manter a sanidade mental e eu ainda pude aliviar as dores de muitos amigos que voltavam torturados dos interrogatórios”, diz o biografado. Um senhor de pele curtida, 78 anos de vida e muitas histórias para contar, como destacam as autoras.

Afirma o material de divulgação do livro: “Engana-se quem pensa que na vida de Nestor Mota a tranquilidade é um presente gratuito recebido dos céus. A voz serena de hoje e a postura da quietude diante de decisões importantes foram forjadas em tempos difíceis. Muita gente não sabe, mas preso político durante a ditadura militar, o professor Nestor, como é mais conhecido, aprendeu entre as grades do Presídio Tiradentes a prática do Yoga”.

De acordo com Carla e Dalvina, a trajetória do professor Nestor, “que certamente está na memória afetiva de centenas de goianienses e goianos”, é retratada na biografia. Entre as presenças confirmadas estão a do biografado Nestor Mota, familiares, ex-alunos, estudantes, amigos e as autoras do livro. Os convidados serão recebidos em evento gratuito no Palácio das Esmeraldas que marcará o lançamento da obra, que estará a venda por R$ 50.

As autoras explicam que “Gandhi do Cerrado”, usado no título do livro, foi o apelido dado ao biografado pelo frei Tito Alencar, amigo de seminário e ícone da luta contra a tortura durante o período da ditadura militar (1964-1985) no Brasil, principalmente nos anos de chumbo, que vão de 1968 a 1974. “O livro de mais de 300 páginas discorre sobre a infância, juventude e maturidade desse tocantinense que, visionário, conseguiu difundir o Yoga em Goiás na década de 1970.”

Ao irmão Cruz, que deixou a prisão em São Paulo, o professor Nestor disse: “O que eu sei fazer é dar aula de Yoga”. “Yoga… Yoga vai ser difícil pegar em Goiânia.” O que não imaginava o biografado na época é que a prática não só cairia no gosto dos goianienses como faria discípulos, criaria vínculos e daria uma nova família a Nestor Mota. Ele, que quase se tornou padre quando jovem, saiu dos seminários para apoiar Carlos Marighella ao lado dos freis dominicanos Betto e Tito.

“Além dessa, muitas outas histórias compõem o livro, que foi escrito amparado nos recursos do jornalismo literário”, explicam Carla e Dalvina. As autoras explicam: “É um tipo de técnica que alia conceitos como imersão, precisão de dados, criatividade, voz autoral, responsabilidade e humanização”. A orelha do livro é assinada por Jeovar Leite Guedes, médico acupunturista e naturalista, que homenageia Nestor Mota.

Autoras

Jornalistas Carla Lacerda e Dalvina Nogueira lançam na sexta-feira (21/9) o livro “Nestor Mota – O Gandhi do Cerrado” no Palácio das Esmeraldas | Foto: Andréia Bouson

Carla Lacerta é jornalista há 15 anos. Formada pela Universidade Federal de Goiás (UFG), em 2003, finalizou pós-graduação em Jornalismo Literário seis anos depois. É autora de dois livros “Sobreviventes do Césio – 20 anos depois” (2007) e “Antônio de Oliveira – A marca de um homem” (2016). A primeira obra de Carla recebeu menção honrosa no Prêmio Vladmir Herzog e foi agraciada pelo Sindicato das Indústrias Gráficas do Estado de Goiás. A profissional tem experiência em jornal impresso e assessoria de imprensa. Repórter concursada na TV Brasil Central, afiliada da TV Cultura em Goiás, desde 2010, é também sócia-fundadora da empresa Sua Vida em Livro, especializada na redação e edição de biografias, memórias, livros empresariais e institucionais.

Dalvina Nogueira também é jornalista, com mais de 20 anos de experiência, formada pela Universidade Federal de Goiás (UFG) em 1992. Adepta e estudiosa do estilo Jornalismo Literário, com  experiência em impresso e televisão, onde atuou como repórter e apresentadora do SBT e TV Cultura. Assessora de imprensa e política, uma das fundadoras da editora Sua Vida em Livro, é autora dos livros “Antônio de Oliveira – A Marca de um Homem”, “Menina dos Olhos – Como Marina enfrentou a morte e abraçou a vida” e “Histórias de Nossa Gente – Quatro Famílias, Oito gerações”. É roteirista e produtora de documentário, além de fotógrafa amadora e mãe em tempo integral.

Serviço
Lançamento do livro “Nestor Mota – O Gandhi do Cerrado”
Data: sexta-feira (21/9)
Horário: 19h30
Local: Salão Dona Gercina Borges, Palácio das Esmeraldas, Praça Cívica
Preço do livro: R$ 50

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.