Ronaldo Caiado, amparado por nanopartidos, pode perder “energia” até outubro

Pergunta para um caiadista não filiado ao DEM: “Por que o senador Ronaldo Caiado, pré-candidato do DEM a governador, insiste tanto em obter o apoio do MDB?”

O caiadista, de matiz intelectual, apresenta algumas respostas:

“1 — Ao contrário do DEM, o MDB tem capilaridade eleitoral em todo o Estado. Conquistado seu apoio, o postulante do DEM teria defensores de sua campanha nos municípios. Hoje, apresenta-se numa cidade e, quando vai embora, não há ninguém para manter sua mensagem viva, reverberando;

“2 — Caiado acredita que, se tiver o apoio do MDB, circunscrevendo a disputa a ele e a José Eliton, do PSDB, pode liquidar a fatura no primeiro turno;

“3 — A federação de nanopartidos — que, juntos, não valem 20% do MDB —, que praticamente não têm tempo na televisão, não têm votos nem estruturas no Estado, eventualmente poderá mais atrapalhar do que ajudar Ronaldo Caiado;

“4 — Partidos maiores chegam a conversar com Ronaldo Caiado, mas dificilmente fecharão aliança com ele. Restam-lhe, portanto, os nanopartidos e a tentativa de consolidar uma aliança com o MDB.”

Deixe um comentário