O líder do PSD afirma que Goiânia está sem prefeito, funcionando, ainda que mal, no piloto automático

Deputado do PSD | Foto: Y. Maeda

O deputado estadual Francisco Júnior, do PSD, diz que, depois de mais de 100 dias de gestão, o prefeito de Goiânia, Iris Rezende, do PMDB, inaugurou sua primeira obra — uma horta. “É muito pouco para quatro meses — quase meio ano — de governo.”

O secretário da Fazenda admitiu que Iris Rezende está fazendo “caixa” (teria acumulado 200 milhões de reais; há quem avalie que a soma é um pouco superior). Francisco Júnior pergunta: “A troco de que, se a população tem tantas necessidades — a saúde municipal é cada vez mais precária —, o prefeito está guardando dinheiro? O que é mais importante do que a saúde das pessoas?”.

O parlamentar sugere que o prefeito está se revelando incompetente para gastar o dinheiro público. “Ao guardar dinheiro para obras de impacto, Iris revela que está pensando mais em política do que em gestão, quer dizer, do que no bem-estar das pessoas. O prejuízo é da coletividade.”

“O fato é que a cidade, ao continuar sem prefeito, está funcionando no piloto automático. Iris não é muito diferente do ex-prefeito Paulo Garcia. Não há planejamento”, critica o deputado.