Cinco prefeitos do PMDB devem aderir à base do governador Marconi Perillo

Prefeitos do PMDB, do DEM e do PT elogiam caráter republicano do governo do tucano-chefe

Paulinho Sérgio e Vilmar Carajá, prefeitos: na base governista

No momento em que se processa uma rebelião nas cúpulas dos partidos da base governista, como o PTB do deputado Jovair Arantes, o PSD do ex-deputado Vilmar Rocha e o PSB da senadora Lúcia Vânia, uma informação, mais sutil, não tem sido divulgada pela imprensa: as bases das oposições — PMDB, DEM e PT — estão sendo conquistadas por partidos aliados do governador Marconi Perillo. O prefeito de Nova Aurora (PT) está a caminho de se filiar ao PP.

O DEM perdeu seu principal prefeito, Paulinho de Rezende, de Hidrolândia. Ele é presidente da Associação Goiana de Municípios. Mais dois prefeitos do Democratas estão prestes a seguir o mesmo sendeiro. Todos dizem que o caráter republicano do governo de Marconi — que não faz discriminação política e ideológica — vai ampliar sua base. A maior “razia” se dará nas bases do PMDB. Ao menos cinco prefeitos tencionam deixar o partido nos próximos meses. Se dizem “abandonados” pela cúpula peemedebista e “acolhidos” pelo republicanismo do tucano-chefe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.