Uma mulher de 25 anos e a filha de dois anos foram resgatadas em Santo Antônio do Descoberto, município goiano do Entorno do Distrito Federal. Elas estavam sendo mantidas em cárcere privado pelo marido, de 38 anos, depois de pedir a separação dele.

A Polícia Civil de Goiás (PC-GO) informou que as duas estavam presas há três dias e sofriam violência psicológica. O caso foi descoberto após a mulher escrever um bilhete pedindo socorro para um dos vizinhos.

“Pede ajuda, por favor. Ele tá querendo me matar. Eu preciso de ajuda para sair daqui”, escreveu no bilhete, em um momento de distração do agressor, na quinta-feira, 15. O papel foi jogado por cima do muro para a casa vizinha.

No bilhete, a mulher anotou o número de telefone da mãe e pediu para o vizinho entrar em contato com ela, pois o celular dela estava com o marido. O vizinho ligou para a mãe da vítima, moradora de Cavalcante, que chamou a polícia.

À polícia, a mulher disse que o marido ameaçava a todo o momento matá-la e, em seguida, se matar. O homem foi preso em flagrante.