Welington Peixoto diz que aceitaria ser líder do prefeito, mas nega disputa na base

Vereador reconhece possibilidade de ter sido vetado pela primeira-dama, mas acredita que decisão é de Iris Rezende 

Welington Peixoto | Foto: Alberto Maia

O vereador Welington Peixoto (MDB) confirmou ao Jornal Opção, em entrevista nesta segunda-feira (15/1), o desejo de assumir a liderança do prefeito na Câmara Municipal. “Não foi convidado, nunca falei sobre isso com ele [Iris Rezende], mas se for para ajudar, colaborar, é claro que quero”, explicou.

Veterano, o emedebista é o mais cotado dentro da recém-organizada base de sustentação do Paço Municipal, que conta com cerca de 20 parlamentares. A decisão final só será anunciada durante reunião com o chefe do Executivo municipal, marcada para o dia 30 de janeiro.

No entanto, como revelado em nota publicada no último domingo (14), haveria um impasse para a escolha de Peixoto. Ele, Vinícius Cirqueira (PROS) e GCM Romário Policarpo (PTC) teriam sido vetados pela primeira-dama, Dona Íris (MDB).

“Nem Iris, nem Dona Íris, nenhum deles falou nada para mim. Meu pai [Sebastião Peixoto, presidente do Imas] tem um ótimo relacionamento com eles, eu também. Só que, assim, a gente ouve falar, né!? Nos bastidores, as pessoas contam que teve isso mesmo”, reconheceu.

Mesmo assim, o vereador garante que está disposto a ajudar a prefeitura, colaborando para que a administração melhore — até mesmo para conseguir superar os inúmeros problemas do ano passado.

“Todos nós queremos uma boa gestão, não queremos cargos, não. Queremos atendimento de qualidade porque é isso que somos cobrados. Hoje não tem relacionamento [entre o Paço e a Câmara] e tem que existir. Ano passado foi muito difícil”, completou.

Ainda de acordo com o emedebista, os vereadores querem sim estar na base, mas precisam de um “apontamento”, de que o prefeito “queira” ajuda. “E ele demonstrou já neste ano que tem sim interesse”, completou.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.