Vídeo mostra decapitação de mais um jornalista dos EUA por radicais do Estado Islâmico

O porta-voz da Casa Branca, Josh Earnest, declarou que as imagens ainda estão sendo analisadas

Um vídeo de aproximadamente três minutos divulgado na internet nesta terça-feira (2/9) mostra, supostamente, a decapitação de outro jornalista estadunidense, até então, mantido prisioneiro pelo grupo Estado Islâmico (EI). Visto pela última vez em agosto do ano passado, Steven  Sotloff já havia aparecido em um vídeo divulgado no último mês, mostrando James Foley, outro jornalista dos Estados Unidos, sendo decapitado.

Neste primeiro vídeo, Sotloff é ameaçado de morte ao menos que os EUA parem de realizar ataques aéreos contra o grupo no Iraque. Com o título de “Uma Segunda Mensagem à América”, o novo vídeo é novamente protagonizado pela figura do “carrasco” que apresenta um forte sotaque britânico, levantando as suspeitas que tenha sido o mesmo que degolou James Foley.

“Eu voltei, Obama, e voltei por conta de sua arrogante política contra o Estado Islâmico. Como os seus mísseis continuam a atingir o nosso povo, os nossos facões continuarão cortando o pescoço da sua gente”, diz o executor, antes de decapitar Sotloff.

Dando sequência à estratégia utilizada pelo grupo, o militante ainda ameaça matar um terceiro sequestrado, um refém britânico identificado como David Cawthorne Haines.

O porta-voz da Casa Branca, Josh Earnest, declarou que as imagens do novo vídeo ainda estão sendo analisadas. “Sim, há um vídeo que foi publicado, será analisado muito cuidadosamente pelo governo americano e por funcionários de inteligência para determinar sua autenticidade”, disse Earnest em entrevista coletiva.

Confira abaixo vídeo editado e com o áudio original:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.