Vice-presidente da OAB Goiás é baleado em Pirenópolis

Thales Jayme foi transportado para o Hugol, em Goiânia. O estado de saúde do advogado é regular

Thales Jayme, vice-presidente da OAB Goiás | Foto: Reprodução / Facebook

O vice-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Seção Goiás (OAB-GO) e presidente do Country Clube de Goiás, o advogado Thales José Jayme, foi atingido por um tiro em sua fazenda na cidade de Pirenópolis na manhã deste sábado (9/6).

O advogado ficou com o projétil alojado próximo ao pescoço e foi transportado por um helicóptero do Corpo de Bombeiros para o Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), em Goiânia.

Segundo boletim do hospital, ele encontra-se em estado regular, consciente e respirando espontaneamente. O presidente da OAB -Goiás, Lúcio Flávo Siqueira de Paiva, esteve na manhã deste sábado no hospital onde Thales Jayme recebe atedimento e gravou um vídeo sobre o estado de saúde do advogado (confira ao final da matéria).

De acordo com a Polícia Civil, o autor do disparo seria um ex-funcionário da fazenda inconformado com a demissão. Ele tentou suicídio após atirar contra Jayme e não resistiu aos ferimentos.

Country

De acordo com a assessoria do Country Clube, a Festa Junina marcada para a noite deste sábado (9), será realizada normalmente, a pedido do próprio presidente.

“A continuidade da comemoração foi um pedido do próprio presidente à diretoria ainda nesta manhã por reconhecer a importância da festa no calendário do clube e de Goiânia”, disse o comunicado.

O presidente da OAB-GO, Lúcio Flávio Siqueira de Paiva, prestou apoio a Thales. Veja o pronunciamento:

2 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Cindy

Nao,poderia ter acontecido .

GILSON

não entendi o motivo do pedreiro não ter sido levado para o hospital.Sendo que ambos estavam feridos.Ou o pedreiro não é gente? O G1 colocou pião da fazenda que falta de respeito.