Expectativa é que matéria seja votada em sessão posterior à eleição da Mesa Diretora

A Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa do Estado de Goiás aprovou nesta terça-feira, 29, projeto de lei que permite a venda de 49% das ações da Saneago. A matéria prevê ao menos 30% dos recursos da capitalização das ações para o investimento em saneamento básico no Estado, através de emenda proposta pelo deputado Rubens Marques (Pros).

A expectativa é que a matéria deve ir para plenário na quinta-feira, 31, já que na quarta-feira, 30, será realizada a eleição da Mesa Diretora.

O texto prevê que capital da empresa seja aberto para oferta pública em bolsa de valores, o que permite a entrada de investimento privado para explorar saneamento e distribuição de água nos municípios geridos pela Saneago.

A oposição aponta que se trata de privatização da Sociedade de Economia Mista do Governo de Goiás. “Vender uma empresa que dá lucro de R$ 158 milhões é um atraso”, apontou Claudio Meirelles (PTC).