Variação do litro da gasolina chega a 60 centavos em Goiânia

Levantamento feito pelo Jornal Opção mostra que, após anúncio de aumento da Petrobras, preços nos postos variam de R$ 3,39 a R$ 3,99

Um dia após a Petrobras anunciar reajuste de 8,1% no preço da gasolina em suas refinarias, o valor do combustível nas bombas de Goiânia já sofreu alteração. Apesar de significar R$ 0,12 de aumento real, a variação de posto para posto chega a 60 centavos na capital.

Em um breve passeio pelos setores Centro, Bueno, Marista e Oeste na tarde desta terça-feira (6/12), o Jornal Opção identificou pelo menos sete preços diferentes, sendo que o mais barato foi de R$ 3,39 e o mais caro, R$ 3,99.

Veja abaixo a localização dos postos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Explicação

O presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo no Estado de Goiás e Tocantins (Sindiposto), José Batista Neto, afirma que a diferença encontrada é natural e o brasileiro precisará aprender a conviver com a nova realidade.

“A política da Petrobras do atual governo é justamente neste sentido, de rever preços de período em período. No dia 8 de novembro, abaixou o valor em 3 centavos; no dia 14, reduziu mais 3; e agora, no dia 5 de dezembro, aumentou 12. Prática do mercado livre, sem tabelamento, cada um se comportar como quiser”, argumentou.

Para ele, a prática é ruim para o consumidor, pois a oscilação impede que haja um controle da sociedade. “Vamos ter que nos acostumar com esse vai e vem de preços, o mercado internacional oscila assim mesmo”, completou.

O  valor mais baixo oferecido por alguns postos pode estar relacionado, também, ao estoque: “Às vezes, o dono comprou uma grande quantidade e resolveu fazer promoção, vender mais em conta. Depende de como cada um pretende comercializar seu produto. É evidente que se o consumir encontra um valor mais alto, não irá parar ali.”

 

 

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.