Universidade Virtual do Estado de São Paulo se une a Goiás para Programa UEG em Rede

Projeto tem objetivo de universalizar acesso à Universidade Estadual de Goiás em todos os municípios goianos

Campus Henrique Santillo, UEG em Anápolis | Foto: Reprodução

Nesta quinta-feira (14/6) o Centro de Convenções de Anápolis recebe o governador José Eliton (PSDB) que apresentará mais um projeto para a educação do Estado, o Programa UEG em Rede. A ação é resultado da parceria entre a Universidade Estadual de Goiás (UEG) e a Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp), composta por USP e Unicamp e tem como objetivo universalizar o acesso, a presença e a participação da educação superior pública, gratuita e de qualidade para todos os municípios goianos.

O evento de apresentação do programa, que foi proposto por José Eliton em abril, em reunião com o governador de São Paulo, Márcio França, vai contar também com a presença do reitor da UEG, Haroldo Reimer, da comunidade acadêmica, de prefeitos, de secretarias municipais de educação e de diretores de escolas de Goiás.

O Programa UEG em Rede oferecerá mais de 11 mil vagas em Cursos de Graduação e de Pós-Graduação, em Projetos de Pesquisa, em Projetos de Extensão e em Eventos Acadêmicos. De acordo com Haroldo o primeiro vestibular para ingresso no projeto será realizado já em setembro deste ano e, no seu primeiro ciclo, o projeto contará com os seguintes cursos:

– Graduação: Bacharelado em Administração (4 anos);

– Superior de Tecnologia em Gestão Pública (2 anos) e Licenciatura em Pedagogia (4 anos);-

– Pós-graduação: Especializações em Gestão Pública; Gestão Pública Municipal e Gestão em Saúde (18 meses cada).

Os cursos serão executados em rede, utilizando a Educação a Distância (EaD), mediada pelas tecnologias da informação e comunicação. Os estudantes acessarão os conteúdos dos cursos e realizarão suas atividades por meio da plataforma de Educação a Distância da UEG, acessada pela internet. Com isso poderão estudar nos locais que melhor respondam às suas necessidades.

Na matriz curricular de cada curso são previstos encontros presenciais (um cada período de 30 a 60 dias), a serem realizados em um Polo de EaD que congregará os municípios participantes do Programa UEG em Rede. Em cada microrregião de Goiás será instalado um Polo EaD do Programa UEG em Rede, congregando os municípios participantes na microrregião. Os Polos EaD serão a sede dos encontros presenciais obrigatórios dos cursos e demais atividades do Programa.

Os recursos oferecidos pela UEG no Programa serão: Corpo docente e de pesquisa (coordenadores de curso, professores formadores e professores tutores a distância); a plataforma online de Educação a Distância; o acesso individual de cada estudante à biblioteca digital; laboratórios móveis de pesquisa e prática científica e ainda a logística para deslocamento do seu corpo docente aos Polos EaD.

Em contrapartida, a Prefeitura Municipal, ao aderir ao Programa, deve disponibilizar um servidor público para atuar como Tutor Presencial do Núcleo do Programa no município; um Laboratório de informática com acesso à internet banda larga; salas de aula para encontros e eventos presenciais dos estudantes do município, de acordo com a demanda local; atração de demanda e divulgação do vestibular no município e também o transporte dos estudantes do município até o Polo EaD para os encontros presenciais.

Adesão ao UEG em Rede 

A adesão dos municípios ao Programa poderá ser feita individualmente ou em consórcio. Na adesão individual, o município implantará um Núcleo Municipal do Programa UEG em Rede. Já na adesão por consórcio, os municípios envolvidos definirão em qual deles será implantado esse Núcleo, que atenderá todos os alunos do consórcio.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.