Trump diz que deportará cerca de 3 milhões de imigrantes dos EUA “imediatamente”

Segundo o presidente eleito, essa estimativa abarca criminosos, gangsteres e traficantes. Ele garantiu também que construirá o muro

O presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou, durante sua primeira entrevista após a eleição, que estima deportar cerca de 2 a 3 milhões de imigrantes ilegais “tão logo” assuma o cargo. A proposta de construir um muro entre os EUA e o México também foi ratificada.

“O que nós faremos é mandar embora pessoas que são criminosos e tem antecedentes criminais, gangsteres, traficantes […] provavelmente dois milhões — pode ser que seja três milhões –, nós iremos deportar essas pessoas para fora do país ou vamos prendê-los.”, disse ao programa 60 Minutos, da CBS.

Para o republicano, que surpreendeu o mundo ao derrotar a favorita Hillary Clinton, uma vez que a fronteira esteja segura, então o departamento de imigração do país se encarregará dos imigrantes que estão sem documento.

Durante toda a campanha, Trump prometeu construir um muro para impedir que imigrantes vindos majoritariamente do México entrem no país. Além disso, disse que iria deportar milhões de imigrantes ilegais. As informações foram publicadas no jornal inglês The Independent.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.