TCM-GO quer criar 8 cargos de assessoria a R$ 307 mil por ano

Segundo presidente do órgão, valor não ultrapassaria o limite de 0,45% da receita corrente líquida, previsto para despesas com pessoal

Tramita na Assembleia Legislativa de Goiás (TCM-GO) o Projeto de Lei nº 4831/2017, de autoria do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), que propõe a criação de mais oito cargos de assessor especial com salário mensal de R$ 1.589,15, acrescido de uma gratificação de R$ 794,56.

Segundo o presidente do órgão, conselheiro Joaquim de Castro, a contratação é justificada pela necessidade de “um melhor desempenho da missão institucional”, dado ao grande volume de processos em tramitação.

O custo anual com os novos servidores seria de R$ 307.657,52 e não ultrapassaria o limite de 0,45% da receita corrente líquida do órgão, previsto para despesas com pessoal.

O projeto foi protocolado na quarta-feira (29/11) e está sob análise da Comissão de Constituição, Justiça e Redação. (Com informações da Assembleia Legislativa de Goiás)

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.