Caso de suposto serial killer em Goiânia é destaque em jornais estrangeiros

O caso do suposto assassino em série repercutiu no The New York Times, Washington Post, Fox News, Houston Chronicle, Lancastar Online e Seattle Post

Suposto serial killer em Goiânia foi destaque no jornal norte-americano The New York Times | Divulgação

Suposto serial killer em Goiânia foi destaque no jornal norte-americano The New York Times | Divulgação

Os boatos da atuação de um suposto serial killer na cidade de Goiânia ganhou destaque nos principais veículos  de imprensa do mundo nesta sexta-feira (8/8). A investigação sobre os 18 homicídios, sendo 15 contra mulheres e com características semelhantes, foram destaque nos jornais norte-americanos The New York Times, Washington Post, Fox News, Houston Chronicle, Lancastar Online, Seattle Post e o La Cronica, do México.

Nas reportagens, é destaque a declaração do investigador da Delegacia Estadual de Investigação e Homicídios (DHI), Murilo Polati, de que a polícia não descartava a hipótese de um serial killer em Goiânia. A afirmação do delegado surgiu após o assassinato de Ana Lídia Gomes, de 14 anos, no último sábado (2), no Conjunto Morada Nova.

A jovem esperava por um ônibus na Rua Parantiga para ir à Feira da Lua, no Setor Oeste, para ajudar a mãe, quando o suspeito se aproximou em uma motocicleta e efetuou três disparos. Ana Lídia foi atingida no tórax e em um dos braços e morreu no local.

Uma amiga de Ana Lídia afirmou que acredita na existência de um assassino em série na capital. “Ela foi brutalmente assassinadas por esse suposto serial killer, Ana era uma criança, estudava e tinha muitos sonhos. Estamos com medo”, disse.

Homicídios

Recentemente o governo do Estado criou  uma força-tarefa da Polícia Civil para investigar os crimes. Participam deste grupo 16 delegados, sendo nove da DIH, três que atuam em outras delegacias e outros três do interior.

Outra medida do governo foi reforçar o contingente da Polícia Militar (PM) com cerca de 600 policiais voluntários. Os policiais irão atuar nos setores Central, Jardim Novo Mundo, Jardim Guanabara, Pedro Ludovico, Finsocial, Norte Ferroviário, Real Conquista e Conjunto Tropical, considerados pela polícia como as mais violentas do capital.

1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Sebastião Evangelista da Silva

O caso de Goiânia não é só suposição é uma realidade só o sr° Delegado não quer ver