Senado aprova criminalização do abuso de autoridade por parte de juízes e procuradores

Matéria deve voltar para Câmara dos Deputados reavaliar. Veja como votaram os senadores por Goiás

Foto: Pedro França/Agência Senado

Na noite desta quarta-feira, 26, o Senado aprovou o projeto de Lei que estabelece pacote de medidas anticorrupção, entre elas, a criminalização do abuso de autoridade por parte de juízes e procuradores.

A proposta veio da Câmara dos Deputados, mas, como sofreu alterações, deve voltar àquela Casa para reavaliação. O texto é de 2015 e os ajustes feitos pelos parlamentares foram duramente criticados pelo Ministério Público.

De Goiás, o senador Luiz Carlos do Carmo (MDB) votou favorável à punição por abuso de autoridade. Já Jorge Kajuru (PSB) votou contra a medida. Vanderlan Cardoso (PP), por sua vez, não estava presente na sessão. 

A aprovação da punição é alvo de polêmicas desde que veio à tona o vazamento de mensagens entre o ex-juiz da Lava Jato, Sérgio Moro, e o chefe da força-tarefa da operação Deltan Dallangol.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.