Sem apresentar metas, ministro do Meio Ambiente diz que governo pretende reduzir desmatamento

Para Salles, mais importante que estabelecer metas numéricas é traçar estratégias em conjunto com os governos estaduais da Amazônia Legal

Nesta quarta-feira, 20, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, disse que o Governo Federal pretende reduzir o desmatamento no Brasil. Entretanto, não chegou a apresentar metas numéricas para isso.

Segundo ele, a ideia é que o desmatamento seja reduzido até o mesmo período de 2020. A fala foi feita durante encontro com os nove governadores dos Estados da Amazônia Legal — Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins.

Essa afirmação vem após o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) divulgar que o desmatamento anual da Amazônia, entre 1º de agosto de 2018 e 31 de julho de 2019, foi o maior em dez anos.

“Nossa expectativa é reduzir o desmatamento ilegal da Amazônia já para o [projeto de mensuração] Prodes do próximo ano e, do ponto de vista de tendência, eliminar o desmatamento ilegal”, afirmou.

Sobre metas numéricas, ele disse que, mais importante que isso, o Governo foca em estabelecimento de estratégias. Isso, por meio do alinhamento de ações entre a União e os governos estaduais.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.