Segundo Fiocruz, subvariante mais contagiosa da ômicron é encontrada no Brasil

Ela seria até 33% mais transmissível e tem mais força para infectar vacinados

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) confirmou que no Brasil já circula uma subvariante da ômicron que seria 33% mais transmissível. A BA.2 teria mais capacidade de infectar pessoas já imunizadas.

Segundo o levantamento feito pela Fundação, entre os dias 14 e 27 de janeiro a BA.2 foi encontrada entre 3.739 amostras do vírus recolhidas. E a variante ômicron correspondeu a 95,9% dos genomas sequenciados em janeiro de 2022 no Brasil.

A onda de infeção por coronavírus no Brasil tem crescido muito. Na última quinta-feira, 3, o país bateu um novo recorde da doença com 298.408 casos. A última vez que o número esteve tão alto foi em agosto de 2021.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.