Secretário justifica fechamento de turmas por “não ser responsabilidade só do município”

Jornal Opção tem mostrado que “reformulação” proposta pela Secretaria de Educação de Goiânia prejudica alunos dos últimos anos do Fundamental

Secretário Marcelo da Costa| Foto: Larissa Quixabeira/ Jornal Opção

Na Câmara Municipal na manhã desta terça-feira (19/12), o secretário de Educação de Goiânia, Marcelo da Costa, justificou os recentes fechamentos de turmas de 9º ano em escolas municipais por não se tratar de uma responsabilidade “só do município”.

Segundo ele, o Ministério da Educação (MEC) tem sugerido a Estados e municípios que implantem regime de colaboração entre si para atender aos últimos anos do ensino fundamental (7º, 8º e 9º). Assim, a gestão Iris decidiu promover a reformulação, que tem desagradado a comunidade, como tem mostrado uma série de reportagens do Jornal Opção.

“Temos lugares em Goiânia com salas ociosas ou com vagas livres no Estado e estamos transferindo apenas o 9º ano, não menos que isso, só uma exceção, só o 9º ano para abrir vagas para educação infantil. Os 7º, 8º e 9º anos, é regime de colaboração com o Estado, não é obrigação só do município. Estamos tratando do que é exclusivo do município e tratando com Estado o que é regime de colaboração”, rebateu, após ser questionado pelo vereador Jorge Kajuru (PRP) sobre a recomendação do Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO) para que não prossiga com o projeto.

O documento diz respeito ao fechamento das turmas “i” do clico 3, correspondente ao 9º ano, na Escola Municipal Deushaydes Rodrigues, no Celina Park. A decisão da secretaria, que para a comunidade foi tomada de forma arbitrária, afetará diretamente 120 alunos matriculados na unidade de ensino e que deixarão de ser atendidos. Ao todo, seis unidades serão atingidas pela medida.

A Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esporte de Goiás (Seduce) confirmou, via assessoria de imprensa, que pelo menos em relação à escola do Celina Park, o acordo entre Governo de Goiás e Prefeitura de Goiânia realmente foi firmado. As turmas do 9ª ano que a prefeitura deixará de atender serão transferidas para o Colégio Estadual Deputado José Luciano que fica a menos de 1 km.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.