Secretário de Segurança Pública descarta envolvimento de PMs goianos em críticas a medidas de isolamento social

No último domingo, 4, várias ações com sentido de incitar setores das polícias apareceram em estados como Ceará, Paraíba, Pernambuco e Espírito Santo

Secretário de Segurança Pública de Goiás, Rodney Miranda Foto: reprodução

Em alguns estados brasileiros policiais tem se ”rebelado” contra as medidas de isolamento e distanciamento social usadas para o combate à Covid-19. Ações tem acontecido pelas lideranças terem alinhamento com o discurso do presidente Jair Bolsonaro que desde o início da pandemia tem confrontando as medidas tomadas e estabelecidas por governadores e prefeitos.

Em Goiás, o secretário de Segurança Pública, Rodney Miranda disse que não há informação de que os policiais goianos estejam planejando esse tipo de ação. “Não tenho essa informação, sobre policiais contrários aos decretos de isolamento ou afastamento social. Aqui em Goiás, não existe nada nesse sentido”, afirma ao Jornal Opção.

De acordo com Rodney, todos estão trabalhando de modo alinhado com as medidas de combate e prevenção do vírus.  “As forças de segurança são parceiras dos governos estadual e municipais, e da sociedade, na luta contra à pandemia”, salienta o secretário.

No último domingo, 4, várias ações com sentido de incitar setores das polícias apareceram em estados como Ceará, Paraíba, Pernambuco e Espírito Santo podendo ser estimuladas também por um movimento que entrou em pauta na Câmara dos Deputados. O deputado goiano e líder do PSL, Vitor Hugo, queria a votação de um projeto e lei que prevê o uso do instituto da Mobilização Nacional em casos de pandemia e desastres naturais.

A regulamentação dessa Lei daria poderes ao governo para intervir no setor privado e público, pedindo e reorientando a produção, comercialização, distribuição e consumo de bens e utilização de serviços. Além disso, propõe a convocação de civis e militares e o governo não precisa seguir licitações ou burocracias, podendo ainda retirar os poderes dos governos estaduais e municipais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.