Secretaria Municipal de Saúde promove ação de combate à sífilis em gestantes

Objetivo é conscientizar população sobre a prevenção e tratamento da doença, que pode ser passada de mãe para filho e infectou 79 crianças em 2015

| Foto: Pedro Ferreira/ SMS

Cartilha de conscientização do Dia Nacional de Combate à Sífilis | Foto: Pedro Ferreira/ SMS

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) promove, na próxima quarta-feira (26/10), o Dia Nacional de Combate à Sífilis. O objetivo da data é conscientizar a população sobre a doença sexualmente transmissível e, assim estimular a prevenção e esclarecer sobre o tratamento da enfermidade.

A  campanha será aberta na Capela São Judas Tadeu, no Jardim Guanabara I, a partir das 8h e a SMS realizará rodas de conversa, palestras, distribuição de preservativos e brindes para gestantes, um dos focos da conscientização. Segundo a secretaria, um dos principais problemas em relação à sífilis é justamente a chamada transmissão vertical, ou seja, da mãe para o filho, o que explica a atenção especial com as mulheres grávidas.

“O foco da campanha são as gestantes com sífilis e seus parceiros sexuais por conta da sífilis congênita, que pode provocar aborto”, explicou a diretora de Vigilância Epidemiológica da SMS, Juliana Brasiel. “Essa ação busca incentivar a população a realizar o exame e aumentar a adesão ao tratamento, que é disponibilizado durante o ano todo”, completou.

O exame para diagnóstico de sífilis é oferecido gratuitamente pela SMS a todas as gestantes durante o pré-natal, no 1º e no 2º trimestre da gestação e no momento do parto, através do teste rápido, com o objetivo de garantir o diagnóstico e o tratamento adequado.

Na capital, apenas em 2015, foram registradas 204 gestantes infectadas e 79 crianças que também nasceram com a doença, de acordo com dados da gerência de Doenças e Agravos Transmissíveis da SMS. Em 2016, o número de crianças infectadas pode ser maior. Apenas até agosto, já foram identificadas 67 delas, com 120 gestantes doentes (Com informações da Secretaria Municipal de Goiânia).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.