Sebrae inaugura centro de treinamento empresarial

Espaço conta com salas multiusos e 28 estações de atendimento para realização de cursos, palestras e seminários 

Diretor-superintendente do Sebrae-GO, Igor Montenegro | Foto: Divulgação

O Sebrae Goiás inaugura, nesta terça-feira (2/10), o Centro de Treinamento Empresarial, em Goiânia. O prédio oferece salas multiusos, com 1.471m², e 28 estações de atendimento, além de estacionamentos no subsolo.

“O projeto foi concebido em sintonia com os princípios da sustentabilidade, primando pela acessibilidade e ecoeficiência”, destaca o diretor-superintendente Igor Montenegro.

O layout multifuncional, adaptável de acordo com a ocasião, permitirá a realização de cursos, palestras e seminários em modernas salas com sistema de áudio e vídeo de alta qualidade. O sistema hidráulico contará com sensores para redução e economia de água, e o sistema de iluminação utilizará vidros refletores que permitirão consumo mínimo de energia elétrica.

A entrega da instituição à sociedade compõe a programação especial para o mês de outubro 2017, para o qual o Sebrae Goiás preparou uma programação especial com 350 atividades para atender 32 mil pessoas.

Comemoração

 

No dia 5 de outubro comemora-se o dia da micro e pequena empresa em todo o país e, portanto, equipes do Sebrae e de entidades parceiras vão realizar programação especial para as pequenas empresas em 89 municípios goianos.Serão 350 ações e cerca de 5.200 horas de atividades, para atender 32 mil empreendedores

Durante todo o mês de outubro, o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae Goiás) e uma rede de parceiros vão intensificar atendimento e capacitação para cerca de 32 mil empreendedores e empresários de micro e pequenas empresas goianas, em 89 municípios, por meio de programação que contempla 5.200 horas de capacitação (o que corresponde a 216,6 dias/24h).

As agendas contemplam atendimento presencial, cursos, palestras, oficinas, missões empresariais, feiras, seminários, cursos com consultoria, dentre outras. No dia 5 de outubro comemora-se o Dia da Micro e Pequena Empresa, data criada em 1999, para marcar a sanção do Estatuto da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte (Lei 9.841/99). A partir do Estatuto vieram grandes conquistas, como a Lei do Simples Nacional, em 2006, e a aprovação da o mês da MPE, com destaques para as entidades empresariais, Sistema “S”, instituições e órgãos municipais (prefeituras), estaduais e federais, instituições financeiras e todas as 13 entidades que compõem o Conselho Deliberativo Estadual (Agência Goiás Fomento, AGPE, BB, Caixa, Fieg, Facieg, Faeg, Fecomercio, FCDL, SED, Segplan, UFG e o próprio Sebrae Nacional).

Em Goiânia, especialmente, o Sebrae conta com a parceria do Shopping Bougainville irá acontecer o PopUp Sebrae – uma janela de oportunidades inovadoras, de 17 a 25 de outubro, onde as atividades Sebrae POPstory: Exposição de Casos de Sucesso; Sebrae POPfun: Empreendedorismo Infanto Juvenil; Sebrae POPLab: SEBRAELab Pocket;Sebrae POPCorn: Mostra Sebrae de Empreendedorismo e Sebrae POPtalk: Experimentação e atendimento Sebrae.

Relevância

Fachada do Sebrae-GO | Foto: Fernando Leite

Os pequenos negócios respondem por 27% do Produto Interno Bruto (PIB), e, juntas, as quase 12 milhões de micro e pequenas empresas representam as principais geradoras de riqueza no Brasil. Pelo quinto mês consecutivo, as micro e pequenas empresas apresentaram um saldo positivo de criação de empregos no Brasil. De acordo com levantamento feito pelo Sebrae, mensalmente, com base no Cadastro Geral de Empregado e Desempregados (Caged), divulgado pelo Ministério do trabalho, relativo ao mês de agosto próximo passado, os pequenos negócios geraram 47,4 mil postos de trabalho, enquanto que as médias e grandes empresas fecharam cerca de 12,5 mil vagas.

“Acompanhamos sete meses de saldo positivo na geração de novas vagas pelas micro e pequenas empresas, o que podemos considerar que a economia está se reerguendo e que o segmento dos pequenos negócios é a força motriz que conduz este processo produtivo de forma ascendente”, avalia Igor Montenegro.

No período de janeiro a agosto deste ano, as micro e pequenas empresas no Brasil apresentaram um saldo positivo de cerca de 327 mil empregos, enquanto que as médias e grandes empresas, de acordo com o Caged, extinguiram 182,4 mil postos de trabalho. Dentre os setores da agropecuária, indústria, comércio e serviços, este último, é o principal responsável pelo bom desempenho na geração de empregos pelas micro e pequenas empresas em 2.017. Em agosto, os números nacionais, dão conta de que o comércio foi o setor responsável por 28 mil novos postos de trabalho e, no acumulado do ano, por 204 mil, ou seja, por 62% das contratações com carteira assinada.

Sebrae 45 anos

O Sebrae comemora este ano 45 anos de atuação em defesa dos pequenos negócios. As micro e pequenas empresas representam 98,5% do total de empreendedores no Brasil, respondem por 27% do Produto Interno Bruto (PIB) e geram mais da metade dos empregos no pais. Formalização, inovação, redução da burocracia, ampliação do acesso ao crédito e melhoria do ambiente legal fazem parte do compromisso do Sebrae com os pequenos negócios.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.