“Se dependesse de mim, todas as escolas já estariam sendo administradas por OSs”

Durante entrevista coletiva, Marconi voltou a ressaltar resultados da gestão compartilhada por Organizações Sociais, marca de seu governo

Foto: Marcelo Gouveia/Jornal Opção

Em entrevista coletiva na manhã desta sexta-feira (30/12) para anunciar o balanço de fim de ano das contas do Estado, o governador Marconi Perillo (PSDB) voltou a ressaltar os resultados da gestão compartilhada por Organizações Sociais, uma das marcas de seu governo.

Lembrando do sucesso do modelo na área da Saúde, o governador disse que, se fosse por ele, todas as escolas estaduais já estariam sendo administradas por OSs. “Não há nada que tenha dado mais certo na gestão pública do que a gestão por OS na Saúde. Todas as unidades de Saúde do Estado estão sendo administradas por organizações sociais, sob a supervisão, monitoramento, fiscalização e orientação do governo do Estado”, lembrou.

Marconi respondeu a perguntas de jornalistas sobre a implantação de OS nas escolas da regional de Anápolis, já homologada pela gestão estadual. Durante entrevista, ele ressaltou os benefícios das Organizações Sociais, sobretudo no que diz respeito ao tipo de contratação de pessoal.

“O Estado tem amarras. Uma delas é o fato de estar sendo obrigado a contratar pelo regime estatutário – as OS podem ser contratadas pelo regime celetista. Isso significa que o Estado, com o regime celetista, pode manter os bons e demitir os que não são bons, os que não cumprem metas”, argumentou o governador.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.