Rita Lee é condenada a indenizar policial após chamá-lo de cachorro

Caso aconteceu em 2012 após show no município de Barra dos Coqueiros, em Sergipe

A cantora Rita Lee foi condenada a pagar R$ 5 mil para um policial que chamou de cafajeste e, 2012, após show no município de Barra dos Coqueiros, em Sergipe.

A decisão foi tomada pelo Supremo Tribunal de Justiça (STJ), após negação de recurso, que foi movido pela cantora em 2015.

No show, Rita Lee reclamou de uma possível violência da polícia, que agia fazendo a segurança do espetáculo, e xingou os policiais que estavam na frente do palco. “Seus cachorros, coitados dos cachorros. Seus cafajestes”, disse na ocasião aos oficiais, e um deles entrou com processo por danos morais.

A apelação inicial pedia o pagamento de R$ 20 mil a Angelo dos Santos Carvalho a título de indenização.

Deixe um comentário