Renato de Castro apresenta balanço com dívidas de R$ 24,6 milhões em Goianésia

Durante coletiva de imprensa, prefeito detalhou déficit deixado pela gestão anterior, que inclui contas vencidas e parceladas

Prefeito Renato de Castro apresenta balanço das contas | Foto: reprodução

O prefeito de Goianésia, Renato de Castro (PMDB), apresentou, na última quinta-feira (9/2), o balanço das contas e a situação em que recebeu o município no último dia 1º de janeiro. Em coletiva de imprensa, o peemedebista denunciou dívidas que, entre vencidas, parceladas e não contábeis, se aproximam a R$ 40 milhões.

Ao lado do secretário de Finanças, Jairo Pacheco; e do contador da administração, Vinícius Henrique, o prefeito detalhou o relatório, realizado com base na Lei de Responsabilidade Fiscal, que demonstra contas de 2016 deixadas pela gestão do ex-prefeito Jalles Fontoura (PSDB) no valor de R$ 17 milhões. Como havia R$ 5,6 milhões em caixa, o déficit é de R$ 11,8 milhões. “O saldo deixado está praticamente todo comprometido, pois se trata de receitas vinculadas, ou seja, dinheiro que só poderá ser usado para despesas conveniadas”, explicou.

Além da dívida referente ao exercício do ano anterior, Renato de Castro também apresentou as dívidas fundadas do município (despesas parceladas). Segundo ele, há parcelas mensais de R$ 268 mil, a serem pagas durante os 48 meses de sua gestão. O valor supera a casa dos R$ 12,8 milhões. “Portanto, somadas as dívidas já vencidas e as parceladas, foi deixada uma herança de R$ 24,6 milhões, que teremos que pagar”, completou.

De acordo com o balanço, há ainda dívidas não contábeis: contratos firmados pela gestão anterior no valor de R$ 15 milhões, que devem ser quitados com a Faculdade de Medicina da cidade, Residencial Jardim do Cerrado e o Crédito Educativo Municipal (Creduce).

“Mesmo com o rombo de quase R$ 40 milhões, o governo tem trabalhado incansavelmente para entregar ao povo uma administração ousada e voltada aos anseios da comunidade”, arrematou o prefeito durante a coletiva.

 

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.