Reforma: Nelto defende redução de 30% na carga tributária em dez anos

Deputado fala sobre a disputa entre Congresso e Governo pelo protagonismo em torno da reforma tributária

José Nelto | Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

Para o deputado José Nelto, líder do Podemos, a reforma tributária deve reunir o que há de melhor em todas as propostas que estão surgindo e, em seguida, o texto formatado deve ser apresentado a todos os partidos, sociedade civil e população. O objetivo, segundo o parlamentar, é construir um modelo mais enxuto e moderno.

“Nós já temos duas propostas no Senado, uma na Câmara e estamos aguardando a proposta do presidente Jair Bolsonaro”, elencou Nelto, que destacou a necessidade de discussão também sobre o pacto federativo. “Precisamos ter em mente que as pessoas moram nas cidades, por isso a necessidade de discutir a reforma e o pacto federativo com todos os setores, para que todos contribuam”, argumentou.

De acordo com líder do Podemos, é preciso diminuir drasticamente a carga tributária brasileira, adotando um modelo menos burocrático. “Eu defendo a redução de cerca de 10 a 12 impostos”, defendeu. Segundo Nelto, faz parte das ideias do Podemos que o País promova a diminuição da carga tributária de 40% para 10% em dez anos.

Protagonismo político

Sobre a disputa entre o Congresso e o Governo Federal pelo protagonismo dessa agenda, o deputado pontua que ao deixar de agir, abre-se uma brecha para que outro poder o faça. “Se o presidente Jair Bolsonaro não montar sua base rapidamente, o Congresso irá tomar o protagonismo”, disse.

 “Após a reforma da Previdência, o presidente deve montar a base no Congresso, até porque todos sabem que no presidencialismo de coalizão ninguém governa sem base”, destacou Nelto ao avaliar o cenário político atual. “O mesmo vale para o Legislativo que está deixando o Judiciário legislar, mas vamos reagir, apresentar as leis que a sociedade espera. Assim evitaremos que eles atuem além do julgamento de constitucionalidade”, concluiu.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.