Questionado sobre aliados insatisfeitos, Marconi diz: “Aqueles que quiserem governar, que se candidatem ao governo”

Com a diminuição das secretarias, vários políticos da base do tucano não serão indicados a cargos em pastas

Posse do Governador - Foto. Lailson Damasio (13)

Foto: Lailson Damasio

A insatisfação por parte de alguns aliados que não foram — e nem serão — indicados a cargos de secretarias, é algo que não preocupa o governador Marconi Perillo (PSDB). Após as eleições, em uma almoço realizado em agradecimento aos aliados, no dia 4 de novembro, o tucano já havia avisado os seus companheiros a não tentarem pressioná-lo nas indicações aos cargos: “Se puxar a corda demais, ela arrebenta”, disse na ocasião.

Desta vez, em entrevista coletiva após a cerimônia que o empossou ao cargo de governo do Estado pela quarta vez, Marconi deu outro recardo aos aliados insatisfeitos: “Aqueles que quiserem governar, que se candidatem ao governo”, disse.

O governador garantiu que busca constantemente prestigiar todos os companheiros, mas que não deixará de desempenhar seu papel. “Fui eleito para governar, e vou governar ao meu estilo, com pessoas da minha confiança, procurando abrigar pessoas qualificadas de partidos que me apoiaram”, disse.

O deputado federal Jovair Arante (PTB), que inclusive não compareceu à posse do governador, é um dos políticos da base que tem reclamado de falta de espaço no governo de Marconi Perillo. Recentemente, conforme divulgado pela coluna Bastidores do Jornal Opção, o parlamentar disse que estaria pensando em romper com o tucano, dizendo que não queria “as sobras” do governo.

Ainda sobre a insatisfação política de alguns apoiadores, o governador pontuou que  as questões divulgadas pela imprensa muitas vezes são apenas especulações, e outras estão corretas. “Uma coisa é o que é falado nos bastidores, outra coisa é a realidade”, afirmou.

O tucano voltou a frisar que busca ser leal com todos os seu aliados, mas que neste mandato são menos cargos, menos secretarias, e que todos terão que entender. “Fui leal por três mandatos, e não será diferente agora. As pessoas terão que entender, entretanto, que vou buscar a eficiência, e auxiliares que correspondam as expectativas.”

Conforme o governador, a lista completa com os novos secretários será divulgada na tarde desta quinta-feira (1º/1). Questionado se estaria tendo dificuldade na indicação, o tucano respondeu: “Não, mas é algo complexo. Tenho que conversar com muitas pessoas. Mas com toda certza, tive bem menos dificuldades na montagem desta equipe do que na última”, garantiu

Deixe um comentário